Topo

Portfólio de fotografia: como e por que criar o seu

Mostrar seus antigos trabalhos de maneira criativa te ajudará muito a conseguir novos clientes

Quem ingressa na profissão de fotógrafo logo se familiariza com algumas das ferramentas mais recorrentes nesse universo. Uma das mais comuns, certamente, é o portfólio de fotografia.

O portfólio é uma coletânea de trabalhos de um profissional e sua principal função é fazer com que outras pessoas e empresas conheçam melhor o seu trabalho. O portfólio é muito usado por fotógrafos, jornalistas, designers, ilustradores, decoradores e pessoas de outras áreas artísticas e que trabalham com várias empresas ou clientes.

Além de freelancers e empreendedores, hoje, muitos fotógrafos que atuam no mercado CLT também estão montando seus portfólios de fotos porque as empresas têm pedido esses materiais junto com os seus currículos.

>> Conheça um pouco mais sobre a profissão fotógrafo

Por que fazer seu portfólio de fotografia já

Você já sabe que um portfólio de fotografia é uma forma de juntar seus melhores trabalhos e apresentá-los para outras pessoas e empresas. Com um bom material em mãos, você pode:

1. Permitir que seu trabalho fale por você

Quando você tem um bom portfólio fotográfico, o seu trabalho fala por si só, e você vai perder menos tempo tentando explicar para os seus clientes e recrutadores o que você faz, qual o seu estilo de fotografia, em que segmento atua e quais foram as experiências que já teve.

Tudo isso poupa tempo na negociação, no caso dos freelancers e empreendedores, e em um processo seletivo, para quem vai atuar como CLT.

2. Criar uma boa primeira impressão

O que pode criar uma melhor impressão do que um trabalho bem feito, que gera identificação e atende exatamente aquilo que a pessoa ou empresa que está te contratando deseja?

Se você tiver um portfólio de fotografia bem organizado, rico e bonito, com certeza vai sair na frente da concorrência e ganhar pontos com o contratante.

3. Conseguir novos clientes

Conquistar clientes é uma das maiores preocupações dos fotógrafos, principalmente dos freelancers, empreendedores e daqueles que estão entrando agora na profissão, e até nisso o seu portfólio de fotos pode ajudar!

Se o seu portfólio estiver disponível no seu site, por exemplo, pessoas e empresas interessadas em contratar serviços fotográficos podem localizá-lo e entrar em contato com você. Ou seja, o seu portfólio de fotos pode funcionar como uma forma de captar novos consumidores!

>> Sim, seu portfólio pode estar dentro do seu site de fotografia! Saiba como montá-lo!

Tipos de portfólio de fotografia

Existem vários modelos de portfólio de fotografia, e os principais tipos são, basicamente, o online e o impresso. Mas você não precisa, necessariamente, escolher entre um ou outro. Você pode, sim, ter os dois portfólios de fotos e escolher quando e para que tipo de cliente apresentar cada um. No entanto, é importante conhecer os prós, contras e características de cada formato. É isso o que vamos ver a seguir.

Portfólio de fotografia online

Normalmente, o portfólio online é alocado no site do profissional ou em uma pasta dentro de comunidades públicas que reúnem trabalhos de vários artistas.

Vantagens: como hoje é muito comum que as pessoas busquem por serviços e profissionais que desejam contratar, ter o seu portfólio online é uma excelente forma de ser localizado por possíveis contratantes e captar novos clientes.      

Uma vantagem importante é que existem ferramentas com as quais você pode criar o seu portfólio sozinho, mesmo que nunca tenha feito isso. Com elas você pode organizar os seus melhores trabalhos por categorias, se apresentar e inserir seu endereço, número de telefone, redes sociais e e-mail para contato.

Desvantagens: infelizmente, as telas do computador ou do celular podem não conseguir transmitir adequadamente a qualidade das fotos, principalmente no caso dos profissionais que trabalham com fotografia artística. Além disso, muitas empresas ainda solicitam um portfólio físico, e não ter um pode te prejudicar em um processo seletivo. 

Quando deve ser usado: para atrair novos clientes, criar uma presença no mundo virtual e como uma primeira apresentação sobre você e o seu trabalho.

Portfólio de fotografia impressa

Os fotógrafos que têm um portfólio de fotografia impressa, normalmente, carregam um grande álbum com suas melhores fotos.

Vantagens: valorizam mais a qualidade do seu trabalho. Luz, cores, texturas e outros elementos que compõem a fotografia podem ser vistos mais claramente. Em alguns casos, ter também um portfólio de fotos impressas pode transmitir mais credibilidade e profissionalismo.

Desvantagens: poucos fotógrafos podem andar sempre com os seus portfólios impressos. E com a grande concorrência do mercado, muitos não têm chance de ter uma reunião ou entrevista presencial com as empresas e clientes que estão prospectando para apresentar os seus trabalhos.

Quando deve ser usado: em situações em que você deseja vender produtos impressos, como álbuns de fotografia, e durante negociações ou entrevistas presenciais.

Como criar um portfólio de fotografia

Criar um portfólio de fotos pode parecer simples, a princípio, mas logo dá para perceber que este é um trabalho que exige bastante atenção e empenho.

Para criar um portfólio de fotografia realmente eficiente e que ajude a alavancar sua carreira de fotógrafo, você precisa: 

1. Definir seus objetivos: não faça um portfólio só porque você tem que fazer. Pensar cuidadosamente em como quer usar esse instrumento e o que espera dele vai reger a forma como vai montá-lo e divulgá-lo.

2. Escolher o ambiente ideal: o próximo passo é escolher onde você vai montar o seu portfólio, seja ele físico ou online. Não se esqueça que você pode ter mais de um portfólio e alocá-los em ambientes diferentes.

3. Reunir as fotos: essa, possivelmente, é a tarefa mais difícil. Você deve ter tempo para analisar suas fotografias, eleger aquelas que melhor representam o seu trabalho como fotógrafo e podem ser mais interessantes para o público que você deseja atingir.

Não se esqueça que no portfólio o ideal é prezar pela qualidade acima da quantidade. Então você não deve colocar centenas de fotos. Isso pode cansar a pessoa que estiver vendo seu portfólio de fotografia.

4. Contextualizar as imagens: escreva algumas linhas ao lado ou abaixo das fotos que tragam informações sobre o local onde foram feitas, data, tipo de câmera e outros dados que possam ser interessantes para quem está visualizando seu portfólio. Se estiver oferecendo serviços para empresas, pode pontuar, também, qual foi a campanha e quais resultados foram obtidos com suas fotos.

5. Segmentar, se necessário: você também pode segmentar o seu portfólio com atuações diferentes, como cobertura de eventos, ensaios externos e internos, por exemplo. Fazer isso facilita bastante na organização.

6. Não esquecer a apresentação e formas de contato: antes de colocar as fotos, lembre-se de incluir uma pequena apresentação sua, principalmente se estiver criando um portfólio online e não tiver chance de se apresentar pessoalmente para o consumidor. Fale sobre sua formação, principais experiências e área de atuação. Acrescente os meios de contato, como telefone, e-mail e redes sociais.

>> Conheça outras formas de divulgar suas fotografias com técnicas de marketing!

5 mandamentos de ouro para um portfólio de fotografia vendedor

Atualize: não basta só ter um bom portfólio, é preciso atualizá-lo frequentemente. Excluir fotos que já não estão mais ligadas ao seu estilo e segmento atuais e acrescentar novas imagens que retratem melhor a sua visão como fotógrafo é fundamental para que o portfólio fotográfico faça o seu papel.

Organize: para causar uma boa primeira impressão e facilitar o entendimento, o seu portfólio de fotografia precisa estar bem organizado sempre. Se precisar, divida as fotos por período, tipo de câmera ou mesmo por tipo de serviço.

Simplifique: em um portfólio fotográfico o mais importante são as imagens que você fez, então, o ideal é optar por colocá-las em um espaço esteticamente bonito, mas que seja simples. Se você escolher um fundo muito chamativo, por exemplo, pode acabar tirando a atenção das suas fotos, e isso não é legal se quer vender o seu trabalho!

Divulgue: de nada adianta ter um portfólio de fotos incrível se ninguém souber que ele existe, não é mesmo? Divulgue seu portfólio em seu site, cartão de visitas, currículo, redes sociais de profissionais da sua área. 

Copie: é importantíssimo que você tenha uma cópia de segurança do seu portfólio, principalmente se ele for online. Afinal, já pensou se toda a coletânea dos seus trabalhos mais significativos está apenas em um lugar e os perde, por qualquer motivo? Por via das dúvidas, é fundamental ter um backup de segurança do seu portfólio de fotos.