Topo

Saiba da importância de se ter uma loja virtual, mesmo em períodos de crise

Veja as 3 principais vantagens que uma loja na internet oferece para você continuar com suas vendas

Fique em casa. Quantas vezes você já ouviu ou leu isso nos últimos dias? Basta ligar a TV ou acessar um site de notícias para se deparar com essa recomendação.

A quarentena pegou todos de surpresa. E para o empresário não foi diferente, afinal, tem sido um desafio tanto para a saúde quanto para a economia.

O que podemos tirar de proveito disso tudo são as oportunidades. E não são poucas.

Com a maioria das pessoas em casa, o acesso à internet também aumentou e, como consequência, a maneira de consumir mudou. Sim, as pessoas vão continuar consumindo, seja para pedir comida por aplicativo, fazer mercado e outras compras online.

A importância de se ter lojas online em momentos de crise nunca foi tão evidente como agora.

E como o seu negócio precisa se adaptar ao momento atual, preparamos uma lista com os principais pontos positivos em ter um negócio virtual e alcançar suas metas com vendas online durante a pandemia. Confira:

Seu negócio nunca para.

Diferente das lojas físicas, uma loja virtual funciona 24h, ou seja, nunca fecha. Além de facilitar a vida de clientes que buscam produtos em horários alternativos, essa é uma grande vantagem para o empreendedor, que com uma loja online pode continuar vendendo seus produtos até quando ele mesmo não está trabalhando.

Venda para todo o Brasil

Com uma loja virtual, basta ter um endereço na internet para vender seus produtos e pronto, todos que acessarem vão ver seus produtos, ou seja, você não precisa abrir outros pontos físicos de atendimento em cada lugar que seus clientes estiverem.

Além disso, as lojas online têm integração com as principais redes sociais e podem facilitar a venda mesmo que seus clientes não acessem a loja oficial.

Mande mensagens por WhatsApp para seus clientes com o link da sua loja para que eles vejam suas novidades e promoções, divulgue seus produtos através de fotos e vídeos no Facebook e Instagram, interaja com seus clientes através de lives, trabalhe com opções de frete grátis e apresente essa condição para todos os seus clientes. Enfim, deixe a criatividade fluir e mostre mesmo na situação atual e do lugar do Brasil que seu negócio está, seu cliente pode contar com seu negócio e continuar consumindo seus produtos.

Economia para o seu negócio

Lojas virtuais não exigem tantos como uma loja física.

Pegue como exemplo uma loja de roupas ou calçados. Cada cliente que entra na loja exige o atendimento de um vendedor e nem sempre isso converte em vendas. Com uma loja online, o cliente pode navegar à vontade e escolher seus produtos onde ele estiver.

Se formos pegar o valor de aluguel de um espaço físico para expor seus produtos, aí a matemática vai totalmente a favor do modelo virtual. Um ponto físico exige reforma, manutenção, cuidado com higiene, folga para os funcionários e muitos outros fatores que geram custo elevado.

Vale deixar claro que economia para o seu negócio não quer dizer que você não terá custos. Claro que serão muito menores, como já falamos, mas você deve focar na boa experiência do seu cliente a partir do momento que ele acessa sua loja online até ele efetuar o pagamento. Veja alguns pontos de atenção:

  • Ofereça uma loja fácil de navegar;
  • Trabalhe com promoções. Você pode oferecer um desconto para a primeira compra;
  • Invista em fotos profissionais dos seus produtos;
  • Ofereça opções de pagamento facilitadas: parcelamento, desconto no boleto, vouchers, cupons de desconto, entre outras;
  • Humanize seu atendimento: tenha um chat online disponível para pronto atendimento;
  • Forneça opções de contato. Deixe disponível um número de WhatsApp para que seu cliente possa ser atendido caso tenha alguma dúvida.
  • Integre sua loja as redes sociais: links da fanpage da sua marca no Facebook e no Instagram;
  • Ofereça opções de trocas grátis. Isso é muito utilizado em lojas de roupas e calçados, mas pode ser adaptado ao seu negócio;
  • No cadastro do seu cliente, peça apenas os dados necessários;
  • Passe segurança. Deixe claro que ao comprar no seu site, seu cliente não vai precisar se preocupar com vírus, hackers e exposição de dados bancários e pessoais;
  • Pergunte ao seu cliente como foi a experiência dele ao comprar na sua loja. Você pode fazer isso enviando um e-mail pedindo uma nota de 0 a 5, ou até mesmo na sua própria loja após efetuar a compra;
  • Depois que seu cliente receber a mercadoria, trabalhe o pós-venda. Pergunte se o produto chegou em bom estado, se chegou no prazo e se ele gostou.

As pessoas estão em casa, vivendo na incerteza do que vem por aí. Sendo assim, durante a crise, quanto mais o seu negócio deixar o seu cliente confortável, melhor.

Tanto agora quanto no futuro, vamos sempre te encorajar a empreender, pois sabemos a mudança de vida que um negócio online pode trazer na vida de uma pessoa.

Sempre dá para fazer diferente. E é nessa diferença que você vai oferecer, que seu cliente vai lembrar quando tudo isso passar.

Gostou das dicas para sua Loja Virtual? Acesse o Meu Negócio Não Para e receba muitas outras. Além de dicas, essa iniciativa do UOL oferece cursos grátis, vídeos, papos com especialistas, e-books e muito mais para você enfrentar as dificuldades impostas pela crise.