4 dicas para criar um logotipo para sua marca

4 dicas para criar um logotipo para sua marca

Saiba tudo o que precisa ter um logo bonito e funcional

O processo natural da criação de um negócio geralmente inclui o momento de ter uma ideia, escolher um nome para a empresa, criar um plano de negócio para validar se aquela ideia inicial realmente pode dar certo e quanto isso vai custar.

Quando a empresa começa a ter uma identidade e um conceito é hora de pensar em como transmitir tudo isso ao consumidor, e é nesse momento que entra em cena um dos elementos mais importantes para qualquer marca: o logotipo.

O logo é uma representação visual que tem a missão de ajudar o público a identificar rapidamente a sua empresa e até mesmo com o que ela trabalha.

Vamos fazer um teste? Pense na sua marca de refrigerante favorito. Ou no fast-food que mais gosta. Agora se imagine dentro da loja de roupas que mais frequenta. Você é capaz de se lembrar do logo delas? Se visse o logotipo destas empresas em um outdoor ou em uma placa no shopping você as identificaria? É bem provável que sim!

Quando o logo é bem-feito, cumpre o papel de gerar um reconhecimento rápido no consumidor e transmitir a mensagem que você quer, como, por exemplo, que sua marca se importa com a sustentabilidade, que é uma empresa moderna, que trabalha com produtos exclusivos e elegantes, e por aí vai.

>> Quer saber mais sobre como criar uma boa personalidade para sua marca? Leia mais sobre branding!

No entanto, o que acontece, muitas vezes, é que o empreendedor acaba, ele mesmo, fazendo o seu logo ou pedindo para aquele sobrinho que é muito bom com o computador.

Nesses casos, o resultado normalmente não está próximo do que um designer gráfico faria. A qualidade da imagem pode não ser adequada para a impressão, não transmitir o conceito que você gostaria ou até mesmo enviar uma mensagem errada para o consumidor!

Na prática, o que o público vai pensar é, mais ou menos, o seguinte: “Se não houve investimento nem para fazer o que eu estou vendo aqui, imagine como essa empresa deve ser por dentro!”. E, com certeza, isso não é o que você quer transmitir.

Veja, na sequência, qual é o passo a passo para sua marca ter o logo que ela merece:

Reúna informações

Sabendo que o logotipo é uma imagem que representa sua empresa, você precisa procurar compilar tudo o que é mais importante sobre ela e decidir qual a mensagem exata você deseja transmitir.

Pense em quem é o seu público-alvo, quais tipos de produtos e serviços você comercializa e quais problemas do cliente que eles resolvem. Destaque, também, quais são os princípios éticos do seu negócio, sua missão no mercado e o que você gostaria que o resto do mundo soubesse sobre ele.

Faça uma pesquisa e busque referências

Envie ao seu designer algumas referências de logotipos que lhe agradam, para que ele possa entender se você prefere um visual mais clean, algo mais moderno ou mais tradicional.

Faça uma boa pesquisa e descubra o que você gosta em termos de cores, imagens e conceito geral, mas sempre lembrando que essas são referências para o profissional se inspirar, e não para ele copiar o logo de ninguém!

Procure um bom profissional

Seu sobrinho pode realmente ser ótimo, mas se ele não é designer, o melhor é encontrar um profissional para realizar esse trabalho. Além de ter habilidade e criatividade para fazer a parte prática, um designer gráfico é a pessoa ideal para transformar suas ideias e o conceito da sua marca em algo visualmente atrativo e informativo.

Esses profissionais poderão te orientar sobre cores, tipografia e estilos de logo que podem funcionar melhor para o seu negócio e seu público, além de preparar outros materiais de identidade visual, como cartões de visita, pastas, folder e etc.

Na hora de escolher a pessoa responsável pela criação do seu logo, avalie não só o custo, mas também o portfólio de trabalho e as condições que o profissional exige. Alguns podem ter número limitado de alterações, o que pode não ser muito legal se você ainda não estiver totalmente satisfeito com o trabalho quando o limite de modificações chegar.

O importante, aqui, é conhecer bem o trabalho e a forma de atuação do designer e lembrar que se trata de um investimento. Afinal, se o logo for bem-feito, você vai passar por esse processo uma vez só!

Escute, avalie e repense, se for o caso

Logos com muitos detalhes, elementos muito pequenos ou coloridos demais, podem, na prática, se tornar uma dor de cabeça. Na hora de imprimir um cartão de visita, por exemplo, o seu logotipo vai ficar pequeno, mas todos os detalhes ainda precisam ser visíveis.

Por conta disso, tente sempre conciliar o que você quer com o que o profissional está te dizendo que funciona.

E não se esqueça de que de nada adianta um belo logo, se você não tem um site para divulgar sua empresa. Com o Criador de Sites do UOL Meu Negócio você cria o seu em minutos e o investimento é bem baixo. Confira!