FotografiaTipos de Negócio

A importância de estar presente em todas as redes sociais

5 Mins read

Estar no Facebook, Linkedin, Pinterest e Instagram é necessário para divulgar seu trabalho

Você, provavelmente, usa as suas redes sociais para estar por dentro dos assuntos que mais o interessam e acompanhar seus amigos e familiares, não é mesmo? Mas já pensou em usar essas ferramentas para divulgar os seus trabalhos e impulsionar sua carreira de fotógrafo?

As redes sociais também podem ser excelentes ferramentas profissionais e você pode utilizá-las de forma gratuita ou gastando pouco e, mesmo assim, conseguir um ótimo retorno. Bem, isso se você souber usá-las estrategicamente, é claro!

Vamos entender melhor por que você deveria estar nas redes sociais e como firmar sua presença como fotógrafo pode ajudá-lo a colher ótimos frutos.

Seu público está lá!

Você considera que estar no mesmo ambiente que seus clientes é algo comercialmente interessante? Se você respondeu sim, acabou de dar a primeira justificativa para estar nas redes sociais profissionalmente!

Atualmente, as redes sociais são uma das maiores fontes de entretenimento digital que existem e, por isso, elas reúnem um número muito grande de pessoas.

Só o Facebook, por exemplo, já tem mais de 2 bilhões de usuários ativos. E o Instagram, outra rede bastante popular, já tinha superado a marca de 800 milhões no fim do ano passado.

>> Ainda em dúvida sobre qual área da fotografia seguir? Conheça as principais!


banner_uolmn_facebookads_academia

Possibilidade de segmentação

Qualidade é mais importante do que quantidade, não é mesmo? Bom, nesse quesito as redes sociais também saem na frente de outras ferramentas de divulgação.

Apesar do volume enorme de pessoas, as redes sociais que têm suporte para empresas e profissionais geralmente permitem a segmentação do público.

Isso quer dizer que fazer uma promoção de ensaios de gestante no mês das mães, por exemplo, pode segmentar seus posts e anúncios nas redes sociais para que eles cheguem apenas até casais que estão esperando um bebê e moram na mesma cidade que você. Dessa forma, apenas clientes em potencial e que podem ter interesse na sua publicação vão visualizá-la.

É claro que, para fazer essa segmentação detalhada, é preciso investir. Quando você não paga para impulsionar uma publicação, ela será mostrada apenas para uma parcela dos seus seguidores, que é o seu público orgânico.

Mas quando você patrocina um post pode escolher qual o perfil de público deseja atingir, dentro e fora da sua rede de seguidores. Informações como sexo, idade, estado civil, localização, interesses e até sistema operacional do smartphone são algumas das opções de segmentação que você pode usar nos posts patrocinados para alcançar mais pessoas realmente interessadas nos seus serviços.

Custo baixo e flexível

Agora você provavelmente deve estar pensando que, por atingir um público tão grande e ainda permitir esse tipo de direcionamento para aumentar as chances de conversão, estar nas redes sociais deve exigir um investimento alto, certo? Errado!

Quando se investe nas redes sociais, você consegue escolher qual o seu tipo de orçamento e por quantos dias você deseja que o anúncio ou publicação circule com mais força. Dessa forma, você sempre sabe qual valor vai gastar e pode se manter dentro do orçamento programado!

Além disso, se você comparar o alcance que terá nas redes sociais com a maioria das outras estratégias de divulgação, vai perceber que o custo benefício delas é bastante vantajoso! 

>> Aproveite para ler também, Quanto ganha um fotógrafo? Aprenda a cobrar por seu trabalho?

Por dentro das tendências

As plataformas para empresas e profissionais das redes sociais têm uma série de recursos que ajudam você a entender melhor o comportamento dos seus consumidores, seus desejos, necessidades e até mesmo tendências de mercado.

Por meio delas, você pode avaliar quais as características principais dos seus seguidores (incluindo faixa etária, localização, interesses, local de trabalho e profissão, por exemplo), quantos deles clicaram em um link para o seu site, preencheram um formulário e mais uma porção de dados que podem te fornecer insights poderosos para suas próximas campanhas e estratégias de divulgação.

Estar nas redes sociais significa que não preciso de um site? 

Se você já se fez essa pergunta, saiba que não, ter perfis nas redes sociais não quer dizer que você não precise de um site! Todo profissional ou empresa que quer ser encontrado na internet precisa de um site.

Embora as redes sociais sejam muito boas para várias finalidades, o seu perfil pertence a uma plataforma que não é sua e que não está totalmente sob o seu controle. As políticas da ferramenta e a forma como o conteúdo que você publica por lá chega até os usuários, por exemplo, são elementos que você não pode decidir e que impactam diretamente nas suas estratégias. Já o site é um ambiente 100% seu e você pode decidir tudo, do conteúdo até o layout.

Além disso, quando buscam por profissionais e serviços no Google, os sites levam vantagens sobre as redes sociais, aparecendo sempre na frente. Isso é fundamental se pensarmos que as pessoas se concentram nos primeiros resultados de suas buscas.

Outro ponto importante, é que as redes sociais apresentam conteúdos curtos e bastante visuais, então, esse não é um ambiente tão bacana para colocar materiais mais informativos quanto um site.

Precisamos considerar também que o que você posta nas redes sociais logo é substituído por uma avalanche de outras publicações de outras páginas e usuários. No feed de notícias, os usuários recebem pouquíssimas atualizações de forma orgânica dos perfis de empresas que segue, então, mesmo que você publique informações importantes por lá, elas podem não ser vistas por boa parte dos seus seguidores.

Já o site é um ambiente 100% seu e você pode usar esse espaço de diversas formas, afinal, é o seu cartão de visitas na internet! Você pode criar galerias com seus melhores trabalhos em alta resolução, dispor seus contatos para orçamento, atender seus clientes diretamente pelo site e decidir tudo, do conteúdo até o layout, para que ele expresse o profissional que você é.

Tudo isso significa que você pode, sim, usar as redes sociais para alavancar o seu negócio de fotografia e elas são realmente muito importantes nesse processo, mas a melhor opção é sempre utilizá-las em conjunto com um site, que será sempre o ambiente mais organizado, profissional e com a sua cara!

3 mandamentos para redes sociais de sucesso

Para que você possa obter sucesso de verdade com as redes sociais é importante tomar alguns cuidados.

Escolha as redes sociais certas: antes de fazer um perfil profissional em todas as redes sociais que existem, você deve analisar se o seu público está naquele ambiente.

Pode ser que o seu público goste mais do Instagram, do Facebook ou mesmo que esteja em peso no LinkedIn. E você precisa analisar isso antes de começar a desenhar as suas estratégias nas redes sociais.

Crie conteúdos relevantes constantemente: Só criar um perfil e não o alimentar, não adianta muito. É preciso ser constante, desenvolver conteúdo que seja realmente relevante para o público e estar sempre analisando o que os seus seguidores querem saber.

Busque outras estratégias de marketing e divulgação: usar as redes sociais em conjunto com outras ferramentas pode potencializar as suas ações e aumentar, ainda mais, o volume de público.

Related posts
DivulgaçãoFotografiaRedes Sociais

Como fazer fotos de produtos ficarem incríveis para as suas divulgações?

6 Mins read
Você já se sentiu atraído por algum produto ou serviço apenas pela imagem de divulgação?  Isso acontece quando as fotos de produtos…
Abertura de empresaEmpreendedorismoEmpreender na internetMercadoMercado DigitalModaPlanejamento de NegócioTipos de NegócioVendas Online

Apostar em um negócio da moda: boa ideia ou furada?

4 Mins read
Descubra como avaliar se você deveria ou não investir em um segmento que está em alta no mercado Quem quer empreender está sempre de…
Abertura de empresaEmpreendedorismoIdeias de negócioMercadoMercado DigitalPlanejamento de NegócioPlano de negóciosSalão de belezaTipos de NegócioVendas Online

10 negócios inusitados (e com muito futuro!) para quem gosta de moda e beleza

4 Mins read
Ideias inovadoras e altamente lucrativas em um dos mercados que mais fatura no Brasil Atualmente, os segmentos de moda e beleza são…