Presença digitalPrimeiros passosProdutos UOL Meu NegócioSoluçõesTudo para sua Loja Virtual

Brasileiros botam a boca no trombone nas redes sociais. O que fazer?

2 Mins read

Aprenda a lidar com reclamações de clientes.

O produto atrasou? O checkout não está funcionando? O atendimento pisou na bola? Já sabe qual o resultado, né? Vão chover reclamações contra sua loja virtual nas redes sociais.

Esse é o destino inevitável de quem dá mancadas com seus clientes em tempos de Facebook, Twitter e companhia. 

E no Brasil, o risco de sua reputação ir parar na lama virtual é ainda maior. De acordo com a pesquisa Accenture Global Consumer Survey, feita com 12 mil pessoas em 32 países, 42% dos consumidores brasileiros consultados já reclamaram de alguma marca nas redes.

O número está acima da média registradas nos países emergentes, que foi de 39%, e da média global, que ficou em 29%.  

Quais são as queixas

Os principais motivos que levam os consumidores a reclamarem são o preço e a falta de um serviço de atendimento ao cliente eficiente.

Ter que entrar em contato com a empresa diversas vezes pelo mesmo motivo e ficar em espera no atendimento telefônico também foram itens citados pelos entrevistados na pesquisa da Accenture.

Como lidar com elas

A principal regra, nesses casos, é não ignorar o cliente. Quanto antes uma resposta satisfatória for dada, menores as chances de o problema escalar. 

Para isso, é importante monitorar diariamente a presença online da sua marca. Softwares de varredura, como Scup e Radian6, ajudam nessa tarefa.

Há também ferramentas como o Google Alertas, por exemplo, que informam sempre que o nome da sua empresa é citado em notícias e blogs. 

Outro ponto importante é que a resposta deve ser dada pelo mesmo canal onde foi feita a reclamação. Se um cliente faz uma queixa pelo Facebook ou pelo Twitter, não adianta colocar uma nota oficial na página inicial da sua empresa.  A mensagem não terá o mesmo alcance, nem surtirá efeito. 

Nunca apague o comentário ou bloqueie um cliente insatisfeito. Essa atitude pode repercutir negativamente com todos os fãs do seu canal.


Saiba contornar a situação

Aja com calma. Dê respostas educadas e sempre mantenha o respeito pelo seu cliente. Faça-o entender que você é um aliado, pronto para ajudá-los a resolver seus problemas. 

Oferecer uma compensação, como pedido de desculpas pelos transtornos gerados, é uma atitude bem vista. Segundo um estudo da SOCAP, instituto de pesquisa especializado em relação cliente-indústria, 58% dos consumidores que se queixaram em redes sociais ficaram agradecidos por terem recebido um brinde como uma forma de retratação. 

Mas, mais importante que reagir rápido, e de forma adequada, é evitar que essas reclamações acontecerem.  Um estudo realizado pela eCRM Marketing, especializada em relacionamento nas redes sociais, mostrou que mais de 85%  dos clientes que reclamaram de uma marca na web não voltariam a fazer negócio com a empresa.

Portanto, nunca é demais lembrar que é fundamental investir em um bom atendimento, cumprir com os prazos de entrega, não maquiar preços e ser sempre claro e honesto com o consumidor.

Você está sempre atento às reclamações na internet? Não as subestime, elas podem trazer transtornos futuros.

Related posts
EmpreendedorismoPresença digital

Como abrir uma loja virtual de produtos cosméticos?

6 Mins read
Quanto tempo costuma durar os seus itens de cuidado pessoal? Quem gosta de cuidar da aparência raramente passa um mês sem adquirir…
Presença digitalPrimeiros passosProdutos UOL Meu NegócioSoluçõesTudo para sua Loja Virtual

Loja virtual de roupas: o segredo do sucesso está nos detalhes

5 Mins read
O consumidor que compra pela internet espera ter uma experiência que traga maior praticidade, rapidez e conforto. Logo, é importante pensar nesses…
Presença digitalProdutos UOL Meu NegócioSoluções

Por que vender meus produtos em marketplaces?

4 Mins read
O empreendedor que decide colocar um novo negócio no mapa costuma se ver cercado por algumas dúvidas. Entre elas, a mais recorrente…