Como escolher a melhor hospedagem para blog?

Como escolher a melhor hospedagem para blog?

O primeiro passo para garantir uma boa experiência para o
leitor é escolher uma boa hospedagem para blog. Entenda os impactos dessa
escolha no seu dia a dia.

 Hoje em dia tudo se resume em presença digital. Se você possui um blog para assegurar uma renda mensal ou ainda gerencia uma empresa e vê nos artigos a oportunidade perfeita para nutrir e captar novos clientes através de artigos especializados, com certeza este artigo é para você!

Desenvolver conteúdos de qualidade, criar parcerias, gerar uma boa experiência para o seu

usuário são apenas alguns dos procedimentos para fazer um blog de sucesso.
Atualmente temos excelentes CMS (editores) no mercado, disponíveis desde
versões gratuitas, até as que possuem recursos mais robustos. 

O importante é que praticamente todos possuam uma interface intuitiva e que possibilitam uma personalização extrema desde os layouts até o detalhe do detalhe das páginas do post.

Plataformas como WordPress, Joomla ou criadores de sites, por exemplo, acabaram facilitando muito a rotina do produtor de conteúdo, principalmente quando pensamos na parte de criar e gerenciar seus posts e

categorias. Vale sempre ressaltar que essas evoluções nos ajudaram a eliminar aquele
velho impeditivo que era a necessidade de possuir um profundo conhecimento em
programação.

Devido a uma lista extensa de afazeres e uma rotina bastante corrida, é muito comum observarmos que as empresas acabam negligenciando a escolha do servidor da sua empresa. 

Por isso, no artigo de hoje, o UOL Meu Negócio irá apresentar algumas das principais dicas na hora de escolher a melhor hospedagem para blogs. Confira os tópicos abaixo:

                                  ·       Tipos de hospedagem de sites

                                  ·       Principais recursos de uma hospedagem para blog

                                  ·       Que tipo de hospedagem devo escolher?

 

 

Tipos de hospedagem de sites

 Antes de mais nada, é importante dizer que existem diferentes tipos de hospedagem de sites. Dependo do seu tipo de aplicação, volume de acessos e outros fatores, é possível escolher o tipo ideal para o seu negócio.

 

Muitas pessoas que iniciam no empreendimento online, seja loja virtual, criação de blog ou site empresarial, ainda ficam com dúvida, se ao comprar um domínio, já basta para que o seu site esteja hospedado em algum servidor e no ar, mas não é bem assim. 

Uma coisa é uma coisa e outra coisa é outra coisa. Após adquirir o registro de domínio, você precisará de um servidor para hospedar a sua operação. Traçando um paralelo com uma empresa física, após abrir um CNPJ dela, você precisa achar um prédio para começar a operar.

Para quem está começando de modo informal, normalmente a primeira coisa a se pensar é buscar uma hospedagem gratuita. Mas esse tipo de prática não funciona a longo prazo. Conforme seu blog for crescendo, ele vai onerar um tamanho maior dentro do servidor e isso poderá impactar no tempo de carregamento das páginas. 

Com um tempo de carreamento alto, tem um impacto negativo no âmbito de SEO (Search Engine Optimization). Por tanto, não iremos considerar esse tipo de hospedagem.

Diversas empresas fornecem o serviço para hospedar o seu blog, ou qualquer outra aplicação que deseja colocar disponível na internet. 

A grande questão é que existem alguns tipos distintos de soluções para hospedagem de blogs e evidentemente que cada uma das opções possui requisitos, benefícios e custos diferentes umas das outras.

Separamos abaixo os principais tipos de hospedagem de sites para auxiliá-lo na tomada de decisão.  

Hospedagem compartilhada

Focado para quem está começando um projeto, a hospedagem compartilhada pode ser descrita como um servidor que possui um excelente custo-benefício.

Dividindo espaço com outros sites, esse tipo de host acaba sendo considerada uma hospedagem barata comparada as outras opções, pelo fato de que você irá dividir os custos operacionais de infraestrutura com outras pessoas.

Mas nem tudo são flores. Apesar de ser amplamente a hospedagem para blogs mais em conta do mercado, ela também pode oferecer alguns riscos a longo prazo. Por exemplo, quando seu blog aumentar exponencialmente o número de visitas, você precisará de mais espaço dedicado a ele. 

Além disso, dependendo do seu fornecedor de hospedagem de sites, é possível que o servidor sofra ataques de hackers e até mesmo cair em listas de spam por conta de disparos de e-mails maliciosos e quem vai acabar sendo penalizado será o seu blog.

Servidor dedicado

O servidor dedicado ou popularmente conhecido como hospedagem dedicada, é um tipo de serviço mais caro, mas que possibilita uma série de benefícios, principalmente no quesito customização, instalação de plugins, velocidade, ajuste de configurações e principalmente suporte técnico.

Normalmente esse tipo de servidor é indicado para blogs que possuem grandes expectativas com relação a quantidade de tráfego.

Leia também: Checklist para montar um site profissional

Servidor Virtual Privado (VPS)

A VPS (Virtual Private Server), é um tipo de hospedagem considerada hibrida, onde apesar do seu blog compartilhar espaço com outros sites, ainda é possível ter recursos de personalização, como acontece no servidor dedicado.

Ilustrando um pouco melhor sobre o funcionamento dessa hospedagem de sites, é como ter vários servidores virtuais dentro de um servidor muito mais potente e dotado de recursos para customização, chamamos esse tipo de prática de máquina virtual.

Portanto é possível afirmar que a VPS possui um desempenho melhor do que uma hospedagem compartilhada, mas ainda fica atrás de um servidor dedicado.

Hospedagem Cloud

Hospedagem cloud ou hospedagem em nuvem, leva o mesmo conceito do Google Drive ou Dropbox. Esse tipo de serviço possui muitos recursos modernos (cloud computing).

Nesse tipo de hospedagem de sites, seu blog poderá ficar distribuído em um ou mais servidores online. Para exemplificar, podemos imaginar que o seu blog poderá ter um servidor só para banco de dados, outro somente para imagens, outro para rodar algum módulo e outro até para disparo de e-mail marketing. Essa subdivisão tem como objetivo otimizar o máximo de recursos possíveis e diminuir a interferência com manutenções.

Talvez as grandes vantagens da hospedagem cloud é o potencial de escalabilidade do seu site, além, é claro, de manter uma excelente estabilidade e alta confiabilidade.

Hospedagem WordPress

O WordPress é o CMS mais utilizado no mundo e mais comum quando o assunto é blog. Fácil de usar e com uma infinidade de templates e plugins para personalização, essa plataforma ganhou o coração de muitos blogueiros. Sendo assim, não é de se estranhar empresas ofertando serviços de hospedagens focados para esse tipo de publicador.

 A hospedagem para wordpress funciona de forma compartilhada com outros usuários que também utilizam o WordPress como CMS nos seus respectivos sites. Portanto todo o servidor é personalizado e otimizado para o melhor funcionamento do blog, sempre priorizando o desempenho, instalação intuitiva e aspectos de segurança. 

Recursos importantes

Conforme pudemos ver nos tópicos anteriores, temos uma gama de opções para hospedagem com funções distintas e recursos variados. Pensando nisso separamos algumas dicas para se atentar na escolha da melhor hospedagem para blogs.

                     ·       Armazenamento: temos no mercado opções que variam de 50 GB até planos ilimitados. Um blog precisa normalmente gera muitos arquivos, então é importante não negligenciar essa escolha.

 

                             ·       Banda / tráfego: na hora da contratação é importante se atentar se a sua hospedagem aguentará um determinado volume de acessos ao seu blog. Dessa maneira você evitará dores de cabeça no futuro.

                           ·      E-mail profissional: Sempre confira a quantidade de contas de e-mail que a hospedagem poderá gerar sem custos adicionais.

                           ·      Suporte técnico: O problema mais recorrente quando o assunto é hospedagem. Escolher uma empresa com um bom histórico de suporte, facilitará muito no dia a dia da sua operação. Opte por empresas com atuação 24 horas e sempre confira o Reclame Aqui.

                           ·      Uptime: Confie em hospedagens para blog que ofereçam garantias para manter o seu site sempre no ar.

                           ·      Localização do servidor: a ideia é simples, quanto mais distante o seu servidor, maior poderá ser o tempo de resposta do seu site.

                           ·      Outros serviços: Tenha sempre em mente que o seu blog ou site profissional, precisará de alguns serviços adicionais com o passar do tempo. Entre eles você poderá precisar de backups automáticos, espaço para configurar certificados SSL e é claro, um plano de contingência caso seu blog necessite de mais espaço de armazenamento ou banda.

 Qual hospedagem de blog devo escolher?

 Conforme vimos acima, temos inúmeras opções de hospedagem de sites para escolher e como dissemos no começo, um blog de sucesso necessita de uma boa experiência para o seu usuário. De nada adiantará manter um calendário de postagens se as páginas do seu blog demorarem para carregar.

A escolha do tipo de hospedagem dependerá muito do estágio do seu blog. É novo? Tem poucas visitas? É um blog de nicho? Quais as expectativas de acessos? Todas essas perguntas serão necessárias para escolher a hospedagem que mais se adequa ao seu projeto. 

Escolha com sabedoria e sempre pensando nos recursos que você irá precisar. Consulte avaliações e review de usuários para tomar a melhor decisão.