Histórias de quem se tornou jovem empreendedor antes dos 18 anos

Histórias de quem se tornou jovem empreendedor antes dos 18 anos

O empreendedorismo está no sangue dos brasileiros. São tantas histórias de pessoas que conseguiram vencer na vida acreditando em seus sonhos, que podem servir de inspiração para que outras tirem as ideias do papel e colocá-las em prática.

Sabemos que empreender é um desafio, mas quando se tem determinação e disciplina, o empreendimento tem tudo para dar certo. Mesmo que passemos por problemas e dificuldades, como quando a pandemia afetou o mundo inteiro e milhares de empresas sofreram os danos.

De acordo com uma pesquisa feita pelo SEBRAE, a ideia de se tornar um jovem empreendedor começa bem cedo na cabeça dos brasileiros, por volta dos 18 anos. Neste artigo, você vai conhecer algumas histórias de empreendedores de sucesso para se inspirar!

O que significa ser um jovem empreendedor? 

A palavra empreendedor vem do vocábulo empreender, que basicamente significa ter a capacidade de idealizar, coordenar e realizar projetos. 

Por trás de cada empreendimento, existe alguém que acredita no seu sonho e passa a promover mudanças e inovações para que ele se torne um sucesso. 

Vamos conhecer as principais características de um jovem empreendedor:

  • Autoconfiança: significa acreditar na própria capacidade e aproveitar as suas habilidades para fazer o negócio crescer
  • Planejamento: colocar no papel a sua ideia, as principais formas de executá-la, o público a ser alcançado e o valor investido no negócio, por exemplo
  • Ser eficiente e proativo: é não esperar as coisas melhorarem para agir, mas aproveitar as situações e colocar em prática o seu plano

Quais são os principais motivos para jovens empreenderem?

No Brasil, há um número crescente de jovens empreendedores, se compararmos com outros países de maior renda, como a Alemanha e a Austrália, por exemplo. 

Isso prova que o jovem empreendedor brasileiro muitas vezes se vê obrigado a mudar a sua situação financeira e também de sua família, onde o único caminho é começar a empreender. 

Vamos conferir alguns dos motivos que levam os jovens a empreenderem: 

Aumentar a renda familiar ou individual

Muitas vezes o jovem precisa começar a empreender para aumentar a renda familiar ou individual, o que gera uma necessidade para que um novo negócio possa nascer.

Empreender é uma oportunidade para ganhar mais dinheiro e também conseguir realizar sonhos, mantendo a organização das finanças sem passar apertos. 

Autonomia para tomar decisões

Ter o próprio negócio significa tomar as próprias decisões, entender como funciona o negócio e aprender na prática.

O primeiro passo é obter o conhecimento necessário para entender sobre o seu negócio, como por exemplo:

  • Quem é o seu público
  • Como administrar as finanças
  • Como lidar com fornecedores e clientes

Tudo isso gera mais autonomia para o jovem empreendedor gerenciar o seu negócio. 

Trabalhar com algo que gosta

Quando se está começando a empreender, busca-se fazer o que gosta e assim ter sucesso. Até mesmo quando se empreende em família, muitos jovens conseguem se sobressair e se tornarem grandes empreendedores. 

>> Para ajudar a aumentar o seu conhecimento para você começar a empreender com segurança, confira os cursos do UOL EdTech e tenha acesso a informações ricas para aplicar em seu negócio esse ano!  

7 histórias de jovens empreendedores para se inspirar 

Agora vamos conhecer alguns empreendedores que começaram a carreira jovens e com muita garra e determinação.

  1. Léo Picon – Approve

Um jovem empreendedor que começou a ser conhecido na antiga rede social Orkut e na Revista Capricho em 2009. Léo Picon, que na época tinha 16 anos, criou a sua própria marca de roupas, chamada Just Approve.

A marca surgiu de sua vontade de criar peças de roupas exclusivas e personalizadas. O que começou a fazer sucesso tanto na internet quanto entre influenciadores e famosos, como Neymar Jr., Lucas Lucco e Maju Trindade (youtuber).

  1. Bianca Andrade – Boca Rosa 

Com mais de 9 milhões de seguidores, Bianca Andrade — mais conhecida na internet como Boca Rosa — é dona de uma marca de produtos de beleza desde 2018, voltada para o público jovem e que traz a força da mulher empreendedora no mercado, vindo de uma comunidade onde morava no Rio de Janeiro.

Sempre criativa, começou a empreender muito antes com o seu canal no Youtube. a empresária e influencer sabe fazer a sua propaganda em diversas mídias sociais, alcançando um público cada vez maior. 

  1. Luiza Helena Trajano – Magazine Luiza 

Aos 12 anos de idade, Luiza Helena Trajano começou a trabalhar no varejo em uma pequena loja comandada pela sua família, no interior de São Paulo. Até chegar à presidência de uma das maiores empresas do país, Luiza passou por setores de venda e de cobrança, formando-se em Direito. 

Foi em 1992 que ela implementou o conceito de lojas virtuais dentro do Magazine Luiza. Hoje, a empresa está em 740 lojas e presente em mais de 16 estados brasileiros.

  1. Nathália Rodrigues – Nath Finanças

Dona de um canal no YouTube, Nathália Rodrigues (conhecida como Nath Finanças) compartilha da sua vida financeira e dá dicas aos consumidores que a assistem. 

Com apenas 22 anos, a jovem é formada em administração, possui cerca de 200 mil seguidores em seu canal, lançou um livro recentemente e possui um podcast onde oferece dicas financeiras para pessoas de baixa renda.

  1. Emicida – Laboratório Fantasma

Leandro Roque de Oliveira, nome de batismo do músico Emicida, conseguiu lançar a sua primeira mixtape de hip-hop em 2008 e 2009. 

Mas além do rap, ele mistura outros ritmos da música brasileira, como por exemplo o Samba, tornando-se um dos jovens empreendedores promissores de nossa época. Hoje, ele conta também com a sua própria loja virtual, o Laboratório Fantasma

Músico e empreendedor, Emicida provou que é possível acreditar no próprio potencial e alcançar os seus sonhos! 

  1. Daniel Ek – Spotify

Criador de uma das maiores plataformas de música, streaming e podcasts do mundo, Daniel Ek e Martin Lorentzon (dois jovens empreendedores) deram vida ao Spotify em 2008, e fazem um sucesso imenso em nossa geração.

Hoje, o Spotify conta com mais de 170 milhões de usuários e 70 milhões de assinantes pagos no mundo inteiro. O criador do Facebook, Mark Zuckerberg, recomendou o Spotify como serviço de streaming para os usuários da rede, imagine o sucesso! 

  1. Alexandre Tadeu Costa – Cacau Show

Alexandre Tadeu da Costa é o dono da Cacau Show, uma das chocolaterias mais famosas do Brasil. Além disso, ele também faz parte da Academia Brasileira de Marketing.

Ele começou a revender chocolates ainda com 17 anos e já obteve uma encomenda de 2 mil ovos de páscoa (de 50 gramas), conseguindo entregar tudo em tempo recorde — com a ajuda de uma senhora que fazia doce caseiro.

A Cacau Show nasceu em 2001 obtendo um crescimento rápido e contínuo, ganhando inúmeros prêmios, possuindo mais de 7 mil revendedoras de chocolates pelo Brasil, 2 mil franquias, cinco fábricas e mais de 12 mil toneladas de chocolates produzidos por ano. 

Depois de todas essas histórias de sucesso, queremos que a sua ideia de ser um empreendedor continue viva! 

Para isso, crie a sua Loja VirtUOL e tenha uma empresa de sucesso na internet, amplamente conhecida, personalizada, com suporte 24 horas para o empreendedor e muito mais!