6 dicas para criar um ótimo site de fotografia

6 dicas para criar um ótimo site de fotografia

Ter um site bem elaborado te ajuda a divulgar seu trabalho!

Se você quer crescer na profissão de fotógrafo, provavelmente, já sabe como é fundamental ter um site para ser encontrado por seus futuros clientes, passar uma imagem mais profissional e apresentar o seu trabalho. 

Mas para quem nunca teve um site antes, pode não ser fácil sair da teoria e colocar sua página no ar. Se você também vem sentindo dificuldade de tirar o seu projeto do papel, fique tranquilo! A seguir vamos te dar 6 dicas preciosas para criar um site de fotografia profissional e que vai ajudá-lo a alavancar sua carreira. 

>> Leia, também, Fotógrafo: Por que é importante ter um site

Defina seus objetivos com o site 
O primeiro passo para criar o seu site de fotografia e conseguir bons resultados com ele é ter claro quais são as suas metas. Esse primeiro passo é fundamental para o sucesso do seu projeto e pode impactar, inclusive, na estrutura do seu site de fotografia. 

O site não é somente uma ferramenta de comunicação, mas um elemento estratégico para estabelecer o seu nome como profissional no mercado de fotografia, captar, relacionar-se e converter clientes. 

Se uma das suas metas for criar um relacionamento com o consumidor final, uma das melhores opções pode ser montar uma página de blog dentro do seu site. Nele você poderá solucionar dúvidas dos clientes, contar um pouco mais sobre o seu trabalho e fazer posts que vão informar o consumidor e gerar uma relação de confiança – algo que é fundamental para que um visitante se torne cliente. 

Por outro lado, pode ser que a sua intenção seja se estabelecer como um educador na área de fotografia, vendendo aulas e dando palestras para profissionais que estão iniciando na área. Se esse for o caso, além de ter um blog com assuntos específicos para fotógrafos, você pode incluir, ainda, uma página de vendas com os seus cursos online e presenciais. 

Viu? Sabendo o que você pretende alcançar fica muito mais fácil pensar em como o seu site deve ser e como pode utilizá-lo para conquistar a posição que deseja. 

Na hora de definir os objetivos do seu site de fotografia, você pode se fazer perguntas como: “com qual público quero me comunicar?”, “em que momento essas pessoas vão me procurar?”, “quais serão suas maiores dúvidas e as informações mais importantes que posso dar a elas?”, “como vão navegar no meu site? O que estarão procurando?” e “o que quero que elas façam no meu site e depois de sair dele? Entrar em contato? Inscrever-se nas minhas redes sociais? Pedir um orçamento?”.

Escolha a melhor plataforma 

Outro ponto importantíssimo na hora de criar o seu site como fotógrafo é escolher a plataforma ideal. Existem muitas no mercado e, por isso mesmo, é preciso redobrar a atenção na hora de contratar uma delas. 

Isso porque escolher mal a plataforma pode acabar prejudicando a imagem e o funcionamento do seu site. E pensando que o site é a sua apresentação oficial para quem te encontra na internet, não ter um site bacana, automaticamente, prejudica a sua imagem como profissional. 

Uma plataforma ruim pode, por exemplo, fazer com que o seu site de fotógrafo tenha uma aparência amadora, possua recursos limitados e ultrapassados que atrapalham a navegabilidade e transmitem uma primeira impressão bem ruim. 

Escolher uma ferramenta de pouca qualidade pode significar, ainda, que a plataforma não tem os níveis de segurança adequados, e isso deixa o seu site mais vulnerável a ataques de hackers e outros malfeitores da internet. Se você armazenar dados dos seus consumidores no banco de dados – como nome, endereço e fotos – a falta de segurança pode gerar vazamento de informações do seu público. 

Para que nada disso aconteça, é fundamental que você dê atenção a alguns pontos na hora de escolher a plataforma ideal. Os principais são: 

>>  Buscar referências de mercado: levam-se anos para se conquistar uma boa reputação no mercado, e as empresas que chegaram a esse patamar, certamente, vêm fazendo investimentos constantes para melhorar a qualidade dos seus serviços. Pensando nisso, é sempre importante dar preferência às ferramentas que têm boas referências no mercado – tanto dos consumidores como por terem sido premiadas pelos órgãos do setor. Muito provavelmente elas vão te oferecer um serviço de maior qualidade e uma experiência melhor. 

>>  Conhecer os recursos e as ferramentas: antes de sair contratando a ferramenta que promete ser melhor, tire um tempo para entender os recursos que ela oferece. Empresas realmente competentes estão sempre antenadas com as principais tendências do mercado web e, com isso, agregam soluções que estão alinhadas com o comportamento do consumidor na internet. 

Recursos como integração com redes sociais, layout responsivo (que se adapta a telas menores, como as de smartphones e tablets), possibilidade de incluir vídeos nas páginas são recursos que mostram que a plataforma se preocupa em manter o seu site moderno, acompanhando as necessidades dos usuários. 

>>  Desconfiar de preços muito baixos: existem muitas plataformas praticando preços abaixo do mercado porque não utilizam ferramentas seguras e profissionais. 

E você já deve saber que se quiser montar um site que realmente renda negócios, precisa investir em uma plataforma profissional. Do contrário, você pode até pagar mais barato inicialmente, mas poderá perder chances de ter um site bom o suficiente para atrair e converter clientes. Por isso fuja de ferramentas que oferecem valores muito baixos para não cair no famoso “barato que sai caro”.

>> Tomar cuidado com serviços de outros países: muitas das ferramentas estrangeiras parecem atrativas à primeira vista, mas nem sempre são. Para começar, grande parte das plataformas que estão fora do país também tem servidores no exterior (grandes computadores responsáveis por armazenar as informações do seu site e mantê-lo no ar). E a distância física pode impactar no desempenho das suas páginas, deixando o site mais lento e difícil de navegar. 

Outro ponto importante é o suporte. Muitas plataformas estrangeiras ainda não têm suporte em português e não funcionam no nosso fuso horário. Na prática, isso significa que se você tiver um problema no seu site em uma sexta-feira de madrugada, provavelmente, não conseguirá resolvê-lo na hora nem na sua língua nativa. 

>> Prezar pela segurança: como dissemos anteriormente, a segurança é o ponto fundamental para o seu site. Priorize sempre empresas que, além de terem boa reputação por seus processos de segurança, já têm ou te dão a possibilidade de agregar recursos como certificado SSL, antivírus e backup automatizado. 

Esse tipo de funcionalidade aumenta as chances do seu site e seus clientes estarem sempre protegidos. Além disso, alguns recursos de segurança, como o certificado SSL, são fundamentais para quem quer se posicionar bem no Google. 

O certificado SSL criptografa a comunicação, fazendo com que a conexão com o usuário seja mais segura. Por isso, o Google passou a considerar o SSL como um elemento para que sites sejam melhor posicionados nas páginas de resultados e até penaliza aqueles que não o tem. Páginas sem conexão criptografada são identificados no browser como “não seguros” e isso pode acabar afastando muitos consumidores.

>>  Sabe quem tem tudo isso e muito mais? O Criador de Sites do UOL HOST! Entenda por que o UOL é a melhor plataforma para você criar seu site!

Escolha um layout adequado

Além de ter uma boa ferramenta, é preciso escolher um design bonito, funcional e que combine com o seu negócio. 

Ainda que as informações e fotografias sejam o ponto focal do seu site, é muito importante que o design das páginas seja agradável e coerente com o seu segmento, afinal, mesmo que você tenha fotos incríveis e um preço arrasador, poucas pessoas vão descobrir isso se entrarem no seu site e o fundo dele for de uma cor que prejudica a leitura ou se tiver muitos banners e tocar uma música alta – e inesperada – quando é acessado. 

Esses e outros recursos de design podem atrapalhar a navegação e até afugentar os visitantes, então é importante escolher com cuidado.  

>> Sabia que o Criador de Sites tem layouts exclusivos para fotógrafos? Confira os melhores templates para criar o seu site!

Para os fotógrafos, de forma geral, os layouts mais limpos, minimalistas e claros são os mais indicados. Esse tipo de design ajuda a destacar as suas fotos e ainda passa uma imagem de profissionalismo e modernidade.

Se Web Design é um mistério para você, fique tranquilo, as boas plataformas como o Criador de Sites do UOL Meu Negócio possuem templates totalmente editáveis. Eles servem de base para que você personalize o conteúdo e até os elementos das páginas para deixar o seu site bonito e profissional de forma simples e rápida. 

Defina cuidadosamente as páginas 

Com um bom planejamento, a ferramenta certa e o layout ideal você já tem o “esqueleto” do seu site de fotografia, mas ainda precisa do conteúdo. 

Antes de começar a escrevê-lo, é bom pensar em quais páginas você quer que seu site tenha. 

Normalmente, um site básico de fotógrafo tem, no mínimo, uma página de “sobre”, onde há uma descrição sobre o profissional, o trabalho que realiza e a sua visão, “serviços”, área na qual você pode enumerar os serviços que presta, uma área de “portfólio”, onde o fotógrafo dispõe suas melhores fotos e uma página de “contato”.

>> Entenda melhor o que é um portfólio e por que você precisa de um.

Mas é claro que a estrutura do seu site vai depender muito do seu negócio e dos seus objetivos. Se além de prestar serviços você também vende produtos, como canecas e calendários com fotos, pode criar uma página exclusiva para isso. Se já recebeu alguns prêmios, pode também ter uma área para comentar sobre cada um deles. Se trabalha com áreas diferentes, como cobertura de eventos e ensaios, pode ter uma página para detalhar a sua atuação em cada uma. 

>> Confira esses 10 sites de fotógrafos e se inspire! 

Cuidado com a linguagem

Além de pensar nas páginas que deseja ter em seu site, você também deve ter cuidado com a linguagem. 

Lembra-se do exemplo sobre os dois tipos de blog, o para outros profissionais de foto e o para o cliente final? Pois bem, você poderia implantar qualquer um dos dois no seu site, a depender dos objetivos que quer alcançar. Mas, a linguagem de cada um seria muito diferente. 

Para conversar com outros profissionais você poderia usar linguagem técnica, dar mais atenção aos equipamentos e técnicas que utilizou para concluir um trabalho. Já para o público final, o consumidor, a escrita deve ser mais fluída, objetiva e simples. Além disso, dificilmente uma noiva, por exemplo, vai ter tanto interesse no tipo de lente que será usado para a cobertura do seu casamento e, provavelmente, dará mais atenção ao tipo de fotografia que você faz nesses eventos. 

Não se esqueça de que o conteúdo de um site deve informar e ajudar a criar um relacionamento com quem está lendo, então, é essencial pensar nessa pessoa enquanto escreve os posts e textos para as suas páginas. 

Facilite o contato
Além de ter uma página de contato, é preciso garantir que o acesso a você, por meio do site, seja fácil e simples. Afinal, é com essas informações que os visitantes poderão pedir orçamentos e fechar negócios. 

Para isso, é importante investir em vários pontos de contato com o consumidor, como e-mail, telefone, canal de mensagens em aplicativos de mensagens e redes sociais, por exemplo. 

>> Entenda como usar as redes sociais para se comunicar e relacionar com os consumidores!

Uma boa plataforma de criação de sites também poderá te oferecer a possibilidade de criar caixas de e-mail personalizadas com o domínio do seu site. Além de passar ainda mais credibilidade e profissionalismo, isso permitirá que você crie caixas de e-mail específicas para cada tipo de atendimento, como orçamento@seusite.com.br, parcerias@seusite.com.br e imprensa@seusite.com.br. 

>> Veja, aqui, como comprar um domínio para o seu site e conheça a extensão usada por fotógrafos! 

Direcionando o atendimento para os e-mails certos, você estará mais perto de um serviço de contato mais eficiente!