EmpreendedorismoGestãoGestão de Finanças

Storytelling: conte histórias para conquistar clientes

2 Mins read

Era uma vez uma princesa, uma bruxa, um príncipe e um final feliz. Todo mundo já ouviu uma história assim. E, por mais que os personagens mudem e o enredo entre o “era uma vez” e “viveram felizes para sempre” varie, os elementos que fazem com que elas funcionem são os mesmos há séculos (literalmente).

O motivo é simples: eles funcionam! Está aí a Disney, que não nos deixa mentir. De olho no sucesso dessa fórmula, as empresas começaram a utilizar a técnica de storytelling (em português, “a arte de contar histórias”) para falar sobre sua marca e seus produtos. Elas descobriram que, envolvendo e emocionando o cliente, as chances de conquistá-lo são bem maiores.

Saiba quais são os ingredientes de um bom storytelling e veja algumas dicas para usar essa estratégia em favor do seu negócio:

Elementos principais

A narrativa vai precisar de protagonista, antagonista, enredo, clímax e final feliz. Sem eles, não sai uma história.

Quer um exemplo prático de uso dessa estratégia? O cartão de crédito MasterCard e as histórias “Não tem preço”.

A propaganda coloca o cartão como o grande herói da história, que salva os personagens dos vilões (os preços altos de produtos e serviços), ajudando-os a realizar um grande sonho.

A propaganda, quase sempre emocionante, termina com a família, o casal ou o grupo de amigos numa linda cena de final feliz.

Criando o enredo

É a história que você tem para contar e a mensagem que tem para passar – seja ela sobre sua marca, um produto específico ou até mesmo a respeito de um funcionário ou cliente.

Você terá de mostrar quais são os valores da sua empresa, o quão importante ou útil você pode ser para o cliente e definir que tipo de apelo sua história deve ter. Pode ser emocionar, fazer rir, dar medo ou intrigar, mas precisa ter apelo.


banner_uolmn_lojavirtuol_academia

Esqueça os “detalhes” chatos

Storytelling não é contar toda a história da sua empresa em uma linha do tempo, citando todos os fatos que aconteceram desde sua fundação. Nesta técnica você deve se ater aos fatos interessantes e benefícios do produto.

Por exemplo, no caso da MasterCard, em nenhum momento eles falam sobre as taxas de juro, limites ou cobranças de anuidade. O foco é no fato de o cartão de crédito ser um baita quebra-galho para uma emergência financeira em um momento que pode ser crucial para sua vida.

Resultado

O Skype lançou um vídeo que contém todos os elementos citados acima, e o resultado foi um milhão de views, em menos de uma semana, e muita gente comentando sobre como se emocionou ao assistir à história.

O vídeo apresenta duas meninas, uma dos EUA e outra da Nova Zelândia, que há oito anos mantêm uma linda história de amizade via Skype. Ambas se aproximaram por possuírem a mesma deficiência: a ausência de um dos braços.

Você pode assistir ao vídeo aqui. Prepare os lencinhos! E, depois, mãos à obra! Encontre suas histórias e encante seus clientes usando o poder do storytelling.

Related posts
Empreendedorismo

Planilha de fluxo de caixa: conheça suas vantagens e como utilizá-la!

5 Mins read
Você já ouviu falar na importância de ter uma planilha de fluxo de caixa?  Apesar de muitos já conhecerem, ainda existem algumas…
EmpreendedorismoGestão de Finanças

MEI vs Imposto de Renda: quando é preciso declarar?

5 Mins read
Quando o assunto é Imposto de Renda e o MEI é normal que haja dúvidas referente aos temas. Afinal, a declaração pode…
Empreendedorismo

Como contornar a alta do combustível no seu negócio?

6 Mins read
A alta do combustível é um dos temas que mais preocupam os brasileiros atualmente. Além do peso no bolso do consumidor para…