Marketing Digital

Como ter seu negócio na primeira página do Google?

11 Mins read

Você provavelmente concorda que o desejo de quase todas as pessoas empreendedoras é atrair um bom volume de clientes, se destacar da concorrência e manter o público satisfeito e fiel, certo? Sabia que, no mercado online, ter uma loja virtual ou site na primeira página do Google é fundamental para isso?

Pense bem: quando você quer comprar alguma coisa, qual a sua atitude? Gastar na primeira loja que vê pela frente ou pesquisar sobre o produto na internet para ter mais certeza de que fará um bom negócio? Hoje em dia, muitas pessoas tomam a segunda decisão. 

De acordo com a pesquisa Shopper Research Study, 81% dos consumidores fazem uma pesquisa online antes de comprar qualquer mercadoria. Ou seja, os negócios que conseguem marcar presença nesse momento de tomada de decisão têm maior influência sobre ela.

Quando um usuário pesquisa por algo de seu interesse e encontra a resposta no site da sua empresa, quer dizer que a sua página o conquistou via tráfego orgânico. Isso significa que você entregou relevância espontaneamente durante a navegação, sem precisar pagar por isso.

Ao contrário do tráfego pago, que demanda investimentos recorrentes e classifica os sites de maneira “artificial”. Neste caso, o conteúdo orgânico é mais viável. Ele também possibilita construir uma relação muito mais próxima, transparente e engajada com o público. 

Mas afinal, o que significa exatamente gerar tráfego orgânico? Por que promovê-lo e o que torna o site na primeira página do Google tão vital? Quais as melhores técnicas para isso? Descubra tudo o que você precisa saber neste artigo:

  • Por que é importante ter sua empresa na primeira página do Google?
  • Passo a passo para colocar seu site na primeira página do Google
  • Outras maneiras de chegar a primeira página do Google
  • Destaque sua empresa na internet hoje mesmo!

Por que é importante ter sua empresa na primeira página do Google? 

O Google é o buscador mais usado do mundo, e por isso as marcas dedicam tantos esforços a ele. Inclusive, o Brasil é o 2º país que mais gera tráfego na plataforma, sendo que 92,58% dos internautas a usam para navegar online. Os dados são do Tecmundo

Segundo Beatriz Almeida, VP de Marketing & Inovação na Gummy Digital, “De acordo com a Backlinko, empresa referência em otimização de websites para buscadores, o primeiro resultado do Google concentra 31,7% dos cliques dos usuários. Isso significa que, caso sua página ocupe esta posição, mais de um terço dos usuários buscando por aquele termo visitarão sua página. 

Caso você consiga indexar em primeiro lugar para uma palavra-chave com volume de busca relativamente expressivo, isso pode significar um alto volume fixo de visitantes em sua página. A lógica é simples, mas, na prática, é preciso dedicação e estudo para entender quais palavras indexar, como otimizar e que tipo de conteúdo criar. É um trabalho contínuo, mas com excelentes resultados a médio e longo prazo.

O desafio é que 75% dos usuários nunca vão até a segunda página de resultados, segundo um levantamento do Hubspot. Ou seja, você precisa estar entre os primeiros links da pesquisa se quiser colocar-se como a melhor resposta para as demandas dos clientes

Estar presente na primeira página do Google para termos relacionados ao seu negócio é uma forma relativamente barata de levar tráfego para seu website quando comparada a campanhas de anúncios, pois permite um fluxo de tráfego orgânico e qualificado, aumentando as chances de atrair possíveis compradores para o site de seu negócio.” Complementa Beatriz.

Basicamente, esses conteúdos são formas de entregar relevância ao consumidor, informando-o sobre tudo o que ele precisa saber ao longo da sua jornada de compras para que identifique melhor suas necessidades e tome uma decisão consciente para atendê-las.

Nesse sentido, o principal canal para quem busca a primeira página do Google é o blog. De acordo com a pesquisa do Hubspot que citamos acima, os negócios que utilizam o blog geram 67% mais leads. Além disso, blogs garantem 434% mais páginas indexadas nos buscadores. 

Quanto ao aumento da indexação, isso significa que os mecanismos de pesquisa classificam melhor os sites que oferecem conteúdo relevante e de qualidade aos usuários. Os critérios para definir isso são chamados de SEO, e nós os explicamos logo abaixo.

Conheça os critérios de classificação das pesquisas no Google

A equipe do Google não mede esforços para mantê-lo como o melhor buscador do planeta. Por isso, a plataforma é constantemente aprimorada. 

A meta é garantir que todo usuário receba a melhor resposta possível para as pesquisas que faz na ferramenta

Isso é feito por meio de algoritmos. Eles são robôs digitais que fazem uma espécie de leitura em todos os sites, definindo se eles são valiosos, ou não, para a busca do usuário. 

Portanto, sempre que alguém digita algo no Google e o seu site aparece bem colocado nos resultados, significa que o algoritmo destacou a sua página entre as mais relevantes para o termo pesquisado.

Sendo assim, para gerar tráfego orgânico, você precisa entender os critérios que o Google usa para determinar se as informações que a sua empresa compartilha são realmente valiosas para os usuários.

Fique ligado na dica da Beatriz: “O algoritmo do Google muda constantemente e tem como objetivo oferecer o resultado mais adequado para quem procura. Desde 2018, o Google utiliza o conceito de E-A-T, uma sigla que, traduzindo para o português significa expertise, autoridade e confiabilidade. 

Essas três esferas têm se mostrado prioritárias para o algoritmo como critérios de indexação e envolvem não apenas a necessidade de um conteúdo de qualidade, como também uma leitura macro de cada site para entender se ele é, de fato, uma fonte confiável para os usuários do Google.

Esses critérios são inúmeros e atualizados constantemente. Contudo, os principais para conquistar a primeira página do Google incluem:

  • Garantia de um conteúdo verdadeiro e aprofundado
  • Alinhamento à intenção de busca das pessoas
  • Páginas rápidas e simples de navegar
  • Entre outros ligados à uma boa pesquisa e à uma experiência de qualidade

Torne-se melhor amigo do SEO 

Os critérios citados acima, que definem a relevância do conteúdo que irá para a primeira página do Google, estão englobados nas práticas de SEO. 

A sigla é para Search Engine Optimization, que significa Otimização de Mecanismos de Busca.

Basicamente, toda vez que você quiser gerar tráfego orgânico para o seu site e conquistar boas posições nos buscadores, terá que aplicar técnicas de SEO. 

Existem muitos métodos possíveis dentro de SEO, mas o primeiro passo é planejar e criar conteúdo relevante, bem estruturado e que, de fato, responda aos interesses dos usuários do Google. A partir disso, é importante considerar outras dimensões, como estudo de palavras-chave, autoridade de domínio, frequência de publicações, entre outros. 

Considerando que os critérios mudam constantemente e envolvem diferentes aspectos (o foco aqui é tráfego orgânico para atrair clientes, mas ainda existem práticas de SEO específicas para as tecnologias de programação usadas no seu site ou loja virtual, por exemplo), é importante manter-se sempre atualizado sobre o tema. 

Para te auxiliar nessa jornada de conhecimento:

  • Neste artigo do UOL Meu Negócio, explicamos a lógica básica por trás da aplicação do SEO. 
  • neste conteúdo, apresentamos os erros mais comuns para você evitar no processo. 
  • Este texto da Gummy Conteúdo, que é especialista na área, trata sobre as atualizações para você ficar de olho em 2022. 

Essas são apenas algumas dicas para você saber como ficar por dentro do assunto, mas não se assuste com a quantidade de informações. Depois de iniciar o uso do SEO, será muito fácil (e também estimulante!) acompanhar suas tendências.

Abaixo, explicamos o ponto de partida ideal para você começar a aplicá-lo e conquistar a primeira página do Google!

Passo a passo para colocar seu site na primeira página do Google 

Mesmo que o algoritmo mude frequentemente, no fim das contas o objetivo do Google é sempre o mesmo: fazer com que seus usuários tenham as melhores experiências possíveis nos sites que encontram em suas buscas.

Isso significa que as práticas de SEO sempre têm como ponto de partida algumas ações comuns. Elas dizem respeito à qualidade da pesquisa, do conteúdo e de navegação. 

Conheça cada uma e descubra como aparecer na primeira página do Google:

Faça uma pesquisa de palavras-chave

As palavras-chave são o que conectam o seu site aos usuários. É por meio delas que o algoritmo entende do que se trata o seu conteúdo e o direciona aos resultados das pesquisas. Sua definição deve ser estratégica e fazer sentido para a jornada do seu cliente

Analise o público-alvo, entenda os assuntos que mais lhe interessam e busque bons termos para usar nas suas páginas. Muitas vezes, as palavras-chave mais populares não são as melhores, pois elas são muito disputadas entre as empresas. 

Por exemplo, se você tem uma agência de marketing para pequenos negócios, será muito difícil atingir a primeira página do Google com a palavra “marketing digital”. Afinal, ela pode ser usada por inúmeras empresas e tratar sobre dezenas de temas da área. 

Já se você usar “marketing digital para pequenas empresas”, essa especificidade irá filtrar melhor os resultados e lhe ajudará a alcançar usuários mais interessados no seu negócio. Temas correlacionados também são importantes. 

Nesse sentido, se você trabalha com redes sociais, por exemplo, adicione opções como “social media para PMEs”, “Instagram para empreendedores”, entre outras semelhantes. Aplique essa lógica à realidade do seu negócio e oriente seus conteúdos a essas palavras-chave. 

Produza conteúdos relevantes e de boa qualidade

Na hora de produzir o conteúdo, a definição dos temas está diretamente relacionada à escolha das palavras-chave. O foco é pesquisar bem o que mais interessa e é relevante para a sua audiência. 

Uma dica é buscar por assuntos do seu segmento no próprio Google e conferir o que aparece nos primeiros resultados. Isso lhe dará uma boa noção sobre o que abordar para o público e também sobre os tipos de artigos que mais são ranqueados pela plataforma.

Criar conteúdo com relevância e qualidade é fundamental. Afinal, é isso o que gera valor e engaja as pessoas que vão parar no seu site. Sem falar que o algoritmo entende esses critérios e os considera no SEO. 

Tenha um site otimizado

A relevância do conteúdo e das palavras-chave contam muito em SEO, mas o Google também define alguns aspectos técnicos para selecionar os sites que irão para a primeira página de resultados. 

Isso inclui sites responsivos para dispositivos móveis, velocidade alta de carregamento, facilidade de navegação, arquitetura de programação consistente, uso de sitemap, estrutura de URL descritiva e amigável, disponibilidade do servidor, Certificado SSL e protocolo HTTPS, etc. 

Essa é uma dica que envolve mais aspectos técnicos e de TI, mas é importante ficar atento. Uma sugestão é que o responsável pelo seu site use o Google Search Console. O sistema foi criado pela própria plataforma e faz toda a diferença para manter o SEO em dia. 

Muitos profissionais o usam para otimizar as páginas de conteúdo e encontrar boas palavras-chave. Contudo, a ferramenta também aponta se o site está seguindo todas as regras exigidas pelo Google, as correções necessárias e os impactos das mudanças no algoritmo. 

Tenha uma descrição atrativa

Outro critério importantíssimo é a meta-descrição. Trata-se do pequeno texto que é apresentado abaixo do título e da URL dos sites exibidos nos resultados do Google. Sua função básica é estimular o interesse do usuário, mas o SEO também a considera.

Isso significa que, para ter mais chances de aparecer na primeira página do Google, você deve sempre ter uma descrição para os seus conteúdos. 

É importante que elas sejam breves, chamativas e que contenham a palavra-chave, para o algoritmo entender sua relevância. 

Mantenha constância nas publicações 

Ao elaborar o seu conteúdo, garanta que as editorias tratem de tudo o que for relevante para a sua área. Somado a isso, as publicações precisam ser constantes, para o algoritmo realmente considerar seu site uma referência no nicho que aborda. 

Trate tanto das temáticas mais básicas do seu setor, quanto das mais complexas. Isso porque, a ideia é criar uma ordem lógica de informações. Você precisa oferecer conteúdo para quem está começando a entender o seu segmento e a reconhecer suas necessidades, mas ao mesmo tempo também deve informar aqueles que já estão prontos para a compra.

A importância do blog é justamente prestar auxílio em todas essas etapas. Ao invés de simplesmente fazer uma oferta, a sua marca demonstra que realmente se preocupa com as dores e desejos dos clientes. 

Isso gera mais engajamento e também autoridade, já que ela reforça como entende daquilo que faz. 

Extra: Dicas de especialistas para manter seu negócio na primeira página do Google  

Para auxiliar nesse momento, confira algumas dicas do pode atrapalhar esse ranqueamento:

De acordo com a Beatriz, “Criar conteúdo irrelevante, sem planejamento ou fazer uso de táticas defasadas de SEO, como rechear um conteúdo de palavras-chaves repetitivamente, ou, ainda, tentar manipular o algoritmo do Google podem atrapalhar seu ranqueamento. 

Outro ponto que pode atrapalhar muito é a criação de um site com problemas de usabilidade, como velocidade de carregamento, imagens muito pesadas e não otimizadas. Quanto melhor a performance do site, melhor a experiência do usuário, e este é um fator decisivo para o um bom ranqueamento hoje em dia.”

Ainda segundo a de Marketing & Inovação “Mais importante do que dominar o algoritmo do Google é dominar os interesses e preferências do seu público, e partir disso, criar conteúdo com propósito, que realmente faça sentido para a jornada de seu público e, e assim, evitar investimento de tempo e dinheiro em ações ineficazes. Conteúdo é, antes de tudo, para pessoas, e não para robôs.”

Outras maneiras de chegar a primeira página do Google 

Investir em tráfego orgânico é a resposta de menor custo para como colocar um site na primeira página do Google. Inclusive, ela também garante resultados mais duradouros, para que a sua marca crie pilares mais profundos no seu posicionamento na internet.

Entretanto, há uma maneira de aparecer entre os primeiros das buscas logo no primeiro dia. Isso é feito por meio da plataforma de links patrocinados do Google

Claro que você vai investir mais para utilizá-la, mas essa pode ser uma boa alternativa para destacar-se de maneira mais imediata, enquanto seu conteúdo ainda está crescendo nos buscadores.

Estamos falando do Google Ads. Com ele, você pode pagar para impulsionar a visibilidade do seu site e aparecer sempre que alguém pesquisar algo relacionado aos seus produtos ou serviços (inclusive quando as pessoas buscarem por seus concorrentes). 

Você deve pagar pelos anúncios, sendo que o valor é descontado por cliques. Eles aparecem logo no topo dos resultados, mas com um aviso de que trata-se de divulgação. 

Também é importante manter a constância dos pagamentos. Afinal, o seu site perde o topo assim que eles são encerrados. Até por isso, é mais comum que o Ads seja uma tática complementar. 

>> Quer bombar as suas campanhas e aparecer para o seu público mesmo que a sua estratégia de tráfego orgânico ainda não esteja consolidada? Clique aqui e contrate os seus links patrocinados no Google Ads com o apoio dos especialistas do UOL Meu Negócio! 

Destaque sua empresa na internet hoje mesmo!

Se você parar para pensar, todos os esforços para conquistar a primeira página do Google reforçam uma coisa: hoje em dia, é imprescindível ter uma boa presença na internet e se destacar nos espaços digitais em que o seu público está.

O primeiro passo para criar o seu posicionamento online é criar um bom site. Ele deve ser amigável às boas práticas de SEO, fácil de usar e contar com um preço acessível. Tudo isso com personalização para ficar “com a cara” da sua marca.

Com o Criador de Sites UOL Meu Negócio, você monta um site incrível em poucos minutos! Os modelos oferecem carregamento rápido, boa estrutura, visual que se adapta a qualquer tela, entre outros diferenciais que se destacam no algoritmo dos buscadores.
Clique aqui e conte com a ferramenta mais completa para criar experiências incríveis aos seus clientes. Os planos são a partir de R$ 9,99 mensais. Aproveite os recursos ideais para dar início à sua jornada rumo à primeira página do Google!

Related posts
Marketing DigitalRedes Sociais

6 ferramentas para agendar post no Instagram e Facebook

5 Mins read
As redes sociais tornaram-se indispensáveis para todos os negócios, mas nem sempre é fácil mantê-las atualizadas constantemente. A boa notícia é que…
Marketing DigitalRedes Sociais

O que postar no LinkedIn do seu negócio?

6 Mins read
Você sabe o que é o LinkedIn? A plataforma é líder em relacionamento com foco nos negócios. Ao longo dos anos, se…
Marketing DigitalSoluções

Entrevista: Como saber se o Vende Fácil é a solução ideal para o seu negócio?

3 Mins read
Quer transformar o seu negócio, mas não sabe por onde começar?  Para auxiliar você e o seu negócio nesta jornada, chamamos a…