Como estabelecer metas de vendas?

Como estabelecer metas de vendas?

Uma coisa é certa: não há fórmula mágica para que as metas de vendas sejam alcançadas dentro de um negócio. Para que elas sejam atingidas, o primeiro passo é fazer um planejamento para as campanhas de divulgação dos produtos e serviços da empresa

Neste artigo você vai saber como estabelecer as metas de vendas e assim obter mais resultados na divulgação e venda dos seus produtos e serviços.

Por que é importante definir metas de vendas?

As metas de vendas servem como um norte para que os empreendedores de qualquer porte consigam medir o crescimento do seu negócio através das campanhas de marketing e de qualquer ação que envolva a venda de produtos, principalmente em datas comemorativas

As metas são como passos para que os objetivos sejam cumpridos, com elas o empreendedor define o valor de vendas que deseja alcançar dentro de um determinado período, quantos clientes quer conquistar e o preço que deve atribuir aos seus produtos e serviços

É muito importante definir esses objetivos para que o empresário veja o seu negócio crescer, dar retorno e alcançar o sucesso. 

Como estabelecer as metas de vendas do seu negócio?

As metas de vendas são únicas para cada empresa, variando de acordo com as particularidades dela, como a área de atuação, o público alvo e a experiência de mercado da organização.

Além de estabelecer as suas metas, é importante saber o que fazer para colocá-las em prática:   

  1. Estude o mercado em que a sua empresa atua 

Cada empresa é única, mesmo que atuando em um mesmo mercado. Por isso, cada empreendedor deve conhecer o seu ramo a fundo, entendendo como a concorrência atua e qual a necessidade dos clientes no momento.

Esse estudo tornará possível a criação de metas mais objetivas e fáceis de serem alcançadas. Para te ajudar, criamos essa planilha exclusiva que irá auxiliar você a começar uma campanha de vendas da sua empresa. 

  1. Entenda os índices financeiros que devem ser considerados

A cada campanha, você precisa registrar tudo o que foi gasto para ela rodar: compra de materiais, divulgação dos produtos e serviços na internet como um todo, custos com anúncios patrocinados (em redes sociais, por exemplo).

Por fim, o empreendedor precisa saber o quanto ele faturou a cada venda, para isso é necessário entender o conceito de ticket médio, uma métrica que fornece detalhes sobre o valor das vendas por cliente

Para encontrar o ticket médio é fácil: divida o valor da receita (apenas o quanto faturou na campanha de vendas) pelo número de vendas realizadas dentro desse período. 

Vejamos um exemplo: 

Uma empresa faturou R$ 1.550,00 vendendo 9 unidades de produtos. Dividindo o lucro (R$1.550,00) pelo número total de vendas (9), temos que o ticket médio é de R$ 172,22 – o que significa que os clientes dessa empresa gastam em média R$ 172,22 na compra de soluções da marca. 

Além do ticket médio, outra métrica muito importante para a saúde financeira de qualquer negócio é o índice de rentabilidade e lucratividade. Com ela é possível estabelecer se uma empresa está, por exemplo, gerando lucro ou acumulando prejuízo. 

  1. Compare os preços da concorrência sem virar refém 

A concorrência precisa ser analisada de forma estratégica, sem que o empreendedor se cobre tanto por não conseguir os mesmos preços ou vender os mesmos produtos do concorrente. 

Nesse sentido, precisamos pensar que o seu negócio é único no mercado e você o conduz de maneira singular.  

A concorrência existe em qualquer área profissional e o que se deve fazer é conviver com ela, entendendo como funciona o mercado e se adaptando às necessidades dos clientes conforme elas vão surgindo. 

  1. Olhe para os seus resultados anteriores  

Por fim, faça uma análise dos resultados anteriores das campanhas criadas por você. Isso é importante para que seja feito um diagnóstico do que deu certo e o que não deu, os gastos que poderiam ser investidos ou cortados, quantos clientes alcançados e etc. 

A cada nova campanha ou projeto realizado em sua empresa, pode-se criar o hábito de documentar esses processos, como se fosse um diário onde você anota tudo o que está gastando, qual o retorno esperado do investimento, os recursos utilizados para divulgação dos produtos e serviços, etc.

5 Exemplos de metas de vendas 

Agora, iremos especificar alguns exemplos de metas para você aplicar na sua empresa, tornando mais fácil o processo de alcançar os objetivos (onde está a letra X, você irá preencher com os valores que desejar, como um exercício prático):

  1. Atingir X reais na Receita Anual: defina um valor realista que o seu negócio deve alcançar dentro do período de 1 ano
  2. Aumentar o ticket médio mensal em X por cento: faça o cálculo do ticket médio da empresa e trace uma expectativa de aumento com base nesse valor 
  3. Realizar X novos atendimentos por mês: estabeleça uma quantidade de clientes que deseja atender mensalmente. 
  4. Fechar X novos negócios por trimestre: quantos negócios ou parcerias você deseja conquistar?
  5. Converter X de leads por semana: os leads são as pessoas que ainda não conhecem a sua empresa, mas precisam dos seus produtos. Então, pode-se estabelecer uma campanha de vendas que chame a atenção dessas pessoas na internet

As metas precisam ser simples de atingir, assim como os exemplos que criamos acima. Nessa planilha disponível para baixar gratuitamente, você saberá como precificar os seus produtos de maneira prática.  

Hora de colocar em prática!

Depois de você entender a importância de se estabelecer metas de vendas, é hora de colocar as ideias no “papel” ou em um aplicativo, caso queira:

  • Estabelecer um prazo para que as metas sejam cumpridas
  • Organizar as tarefas que precisam ser feitas diariamente
  • Entrar em contato com os clientes para verificar se estão satisfeitos com os produtos e serviços oferecidos e se existe alguma sugestão de melhoria 
  • Manter o controle das finanças da empresa
  • Saber separar o que é conta pessoal e o que é despesa / custo da empresa

As metas existem para serem cumpridas. Os resultados por trás dessa jornada devem ser mensurados pelo empreendedor, pois assim ele saberá quais foram as ações que o levaram até o sucesso

Como citamos anteriormente, esses resultados (tanto os positivos quanto os negativos) precisam ser encarados e levados em consideração periodicamente, pois isso torna o empreendedor mais forte diante de um mercado cada vez mais competitivo

Gostou desse conteúdo? Que tal começar hoje a traçar um plano de ação para a sua empresa nos próximos meses?