Saiba tudo sobre giro de estoque

Saiba tudo sobre giro de estoque

Você sabe como calcular giro de estoque da sua empresa? Essa é uma das dúvidas mais presentes na vida do empreendedor.

Afinal, é preciso saber o que está entrando e saindo no estoque da empresa para que se gerencie o volume das compras e vendas.

Se você deseja saber como administrar melhor o estoque da empresa, de forma que as mercadorias deixem de ficar muito tempo no estoque, continue acompanhando e tire suas dúvidas!

O que é giro de estoque?

Basicamente, o giro de estoque é uma forma de analisar o desempenho do estoque de uma empresa. Neste caso, verificando a qualidade dos produtos comprados, bem como o total de vendas dessas mercadorias dentro de um período.

Os dados obtidos através do cálculo do giro de estoque servem para saber como anda a saúde financeira da empresa e se há a possibilidade de investir em capital de giro

Dessa forma, o empreendedor pode criar meios de vender mais produtos, investir na compra de novas mercadorias e efetuar uma gestão completa de seu negócio.

A importância de analisar o giro de estoque 

Para que a sua empresa tenha excelentes resultados de vendas em qualquer época do ano, é necessário e essencial analisar o giro de estoque.

É do estoque que saem as mercadorias que serão compradas pelos clientes e é para onde vão os produtos comprados dos fornecedores

Portanto, gerenciar o estoque nada mais é do que ter controle sobre os setores da sua empresa, verificando o que pode ser melhorado e eliminar as mercadorias que não estão tendo um bom desempenho nas vendas.

Mas, uma pessoa que tem uma pequena empresa (até mesmo um microempreendedor individual) também precisa gerenciar o seu estoque?

Sim! Qualquer empresa, seja ela grande ou pequena, pode e deve ter o controle sobre o seu estoque, incluindo as empresas que são 100% virtuais.

Como calcular giro de estoque

A fórmula usada para calcular o giro de estoque é bem simples, confira abaixo as três informações que precisam ser analisadas:

  1. Defina um período para a análise ser feita, pode ser seis meses ou um ano
  2. Descubra quantas unidades de produtos foram vendidas dentro desse tempo
  3. Confira como estava o estoque médio que a sua empresa manteve nesse período

Vamos citar dois exemplos de empresas que são realidade no Brasil para que você se identifique e consiga calcular o estoque em sua empresa.

Alto giro de estoque

O exemplo que citamos abaixo refere-se a uma empresa que obteve um alto giro de estoque ao fazer o cálculo correto.

  1. Empresas 100% virtuais que trabalham com estoque físico

Uma loja virtual do ramo de roupas femininas vendeu 400 peças ao longo de 9 meses, mantendo um estoque médio de 80 unidades.

Certo, agora precisamos aplicar esses dados na fórmula abaixo:

Giro de estoque = (quantidade de vendas) 400 peças                 

                             _______________________________   =      5 giros de estoque

                                (estoque médio) 80 unidades

Isso significa que dentro de 9 meses, o giro de estoque dessa empresa foi de cinco vezes, o que é um número positivo: mais vendas para o empreendedor, menos mercadorias paradas no estoque!

Baixo giro de estoque

No exemplo abaixo podemos citar um empreendimento que obteve um baixo giro de estoque, um resultado que precisa ser melhorado. 

  1. Estoque de um empreendimento físico, como calcular:

Um outro empreendimento físico vende artesanatos, produtos em crochê (tapetes, cachecóis e etc). Digamos que dentro de um ano foram vendidas 200 peças, com estoque médio de 50 peças.

O cálculo fica assim: 

Giro de estoque = quantidade de vendas 200 unidades

                              ________________________________   =  2,5 giros de estoque

                                     50 peças (estoque médio)                                      

Isso quer dizer que dentro de um ano, o estoque deste empreendimento girou duas vezes e meia, o que também é um resultado positivo para o ramo de artesanatos, mas que ainda pode aumentar, pelo menos acima de 3. 

Devemos citar também as empresas que trabalham com produtos congelados, como os restaurantes e lanchonetes, que precisam comprar mercadorias para prepararem os pratos dos clientes.

Nesses casos, o cálculo é um pouco diferente. Considera-se os dias que os produtos ficaram em estoque, dividido pelo giro de estoque já encontrado no cálculo anterior. 

Logo, se as mercadorias estão paradas a 30 dias no estoque e a empresa possui cinco giros de estoque, deve-se dividir esses dois números obtemos o número seis. 

Isso significa que um produto do ramo alimentício demora seis dias para ser preparado para a venda, um tempo relativamente bom para que as mercadorias não se percam e gerem prejuízo.

Como melhorar o giro de estoque da sua empresa

O giro de estoque precisa ser mensurado para evitar que o dinheiro investido em mercadorias fique parado no estoque, sem trazer lucros para a empresa. 

Então, para que isso deixe de acontecer no seu empreendimento, confira agora como fazer o controle de estoque de forma eficaz.

  1. Planeje as decisões de compras baseadas nas vendas

O empreendedor precisa acompanhar o período em que as vendas aumentam, bem como os produtos que mais saem nas datas comemorativas do ano, como na Black Friday, Dia das Crianças e etc.  

Lembre-se que comprar mercadorias que não vendem muito pode resultar em um estoque cheio, mas sem crescimento das vendas. 

  1. Estoque mínimo reduz riscos 

Ter um estoque mínimo significa comprar a quantidade certa de mercadorias para os seus clientes. 

Para gerenciar melhor a compra de mercadorias na sua empresa, pode-se fazer uma lista dos produtos que mais vendem e são procurados pelos clientes, para que se tenha um controle maior sobre o que deve ser comprado, evitando que fiquem sem vender.   

  1. Aumente a rotatividade dos produtos

No caso de uma empresa que possui muitos itens parados no estoque, a solução pode ser promover uma campanha para vender esses produtos a preço de custo. 

Dessa maneira, você não perde o valor que já investiu na compra deles.

  1. Faça a gestão de inventário

Sendo seu giro de estoque alto ou baixo, é preciso contabilizar esses valores a cada mês do ano para enxergar melhor o que precisa ser comprado e o que pode esperar.

Conhecendo a rotatividade do estoque, fica muito mais fácil gerenciar as mercadorias que são adquiridas para a venda. 

Sabendo da importância de administrar o que entra e sai do estoque de uma empresa, separamos um material que irá te ajudar e muito a realizar essa tarefa de forma eficaz. 
Baixe agora mesmo a Planilha de Controle de Estoque do UOL Meu Negócio e organize ainda melhor os recursos da sua empresa!