Guia completo para montar uma loja virtual de roupas

Guia completo para montar uma loja virtual de roupas

Algumas áreas nunca saem de moda, como é o caso da venda de roupas e mais ainda em uma loja virtual, já que a internet ajuda a impulsionar e dar mais visibilidade ao seu negócio, alcançando assim mais clientes.

Conquistar o espaço em meio a tantas lojas virtuais no mercado é um desafio. Mas, quando se conhece os seus concorrentes e entende o que o consumidor precisa, fica muito mais fácil criar estratégias de venda corretas para a necessidade deles. 

Aqui você vai saber como montar uma loja virtual de roupas que seja um sucesso e se destaque dos concorrentes, em um guia completo!

Conheça o mercado de loja virtual de roupas

Quanto mais se entende sobre um assunto, menos erros serão cometidos ao longo do processo. Mesmo que eles aconteçam, você saberá como sair deles rapidamente por meio do conhecimento. 

O mesmo vale para a criação de uma loja virtual de roupas, onde temos que nos atentar não só para a divulgação do negócio de forma offline, mas também online. 

Isso porque, os canais offline podem ser identificados facilmente, tais como aqueles que os consumidores podem assistir na TV ou em rádios. Já os canais online são as propagandas e anúncios em sites, redes sociais, vídeos, blogs e etc. 

É preciso saber a diferença entre a mídia on e offline para alcançar mais pessoas e não perder espaço no mundo digital. Nesse sentido, é necessário que os empreendedores invistam nas duas mídias — divulgar o seu negócio com panfletos e propagandas escritas, mas também investir em anúncios na internet, principalmente nas redes sociais.

No começo, os empreendedores podem preferir investir apenas em algumas mídias online, como postagens e anúncios nas redes sociais, até que o negócio ganhe força e alcance cada vez mais clientes. 

Em seguida, o empreendedor precisa entender como funciona o mercado de loja virtual de roupas, quem são os seus concorrentes, clientes em potencial e por aí vai. Algumas dicas iniciais para se manter informado são:

  • Dedique um tempo para estudar a fundo sobre esse mercado, conhecendo as tendências atuais, como tudo funciona
  • Quais os fornecedores são mais procurados, onde estão as mercadorias mais em conta e etc.
  • Ler algo sobre empreendedorismo, marketing e relacionamento com o cliente
  • Entender um pouco sobre as finanças do empreendedor, como organizar da melhor forma, separando o pessoal do profissional

Abrir uma loja de roupas na internet é um desafio, assim como qualquer outro negócio. Mas, quando se tem os conhecimentos certos, fica muito mais fácil aplicá-los no dia a dia e obter o resultado esperado.

Planejamento e ação podem andar juntos!

Assim que você decide criar um plano de negócios para a sua loja virtual de roupas, a sua mente já se prepara para colocar todas as ideias em prática, procurando minimizar os erros com estratégias montadas. O planejamento é essencial para tudo na vida e na empresa não é diferente.

Uma das grandes vantagens de vender online é que caso você queira mudar alguma estratégia ou adquirir novos produtos, basta mudar o próprio ambiente online, o que não acontece quando se tem uma loja física (deve-se mudar algo manualmente).

É possível experimentar algo novo, testar e ver se deu certo no seu negócio e caso não dê, é só alinhar o plano. 

Dentro dessa etapa, é necessário decidir se você irá revender peças de roupa ou fabricá-las por conta própria, como é o caso de confecções. Depois de decidir esse ponto, deve-se detalhar ao máximo o que se deseja vender:

  • Roupas infantis
  • Roupas femininas ou masculinas
  • Moda praia
  • Moda íntima

Já conseguiu pensar em qual dessas áreas deseja atuar na sua loja virtual de roupas? A grande missão que o empreendedor tem nesse sentido, é não ser mais uma loja de roupas no mercado, mas procurar ser diferente e inovador, trazendo soluções que vão de encontro à necessidade do cliente. 

  • Focar no atendimento ao cliente, que seja rápido e funcional 
  • Usar as redes sociais para atendê-los, principalmente o WhatsApp
  • Colocar os preços dos produtos nas fotos para agilizar os pedidos
  • Oferecer frete grátis para os clientes a partir de determinado valor

Como escolher a plataforma certa para a sua loja virtual?

Em poucas palavras, a plataforma é onde se cria todo o sistema para que a loja virtual funcione corretamente, onde os clientes visualizam os produtos e realizam a compra de forma clara na internet.

Para escolher a plataforma certa, alguns pontos importantes entram em jogo e precisam ser analisados:  

  • Suporte ao usuário: uma empresa que não dá suporte ao usuário da sua loja virtual com certeza está deixando muito a desejar. Esse é um dos pontos que a plataforma deve ter: suporte rápido, 24 horas por dia e sempre disposto a resolver o problema do cliente.
  • Alteração de layout: verifique se é possível alterar o layout e as configurações da plataforma para que sejam adaptados ao seu negócio. Pode parecer um item pequeno, mas os clientes consideram muito as empresas que se preocupam com essa parte visual. 
  • Funcionalidades: você precisa conferir se tudo funciona bem na plataforma, principalmente enquanto o cliente navega por ela. Não é nada agradável ver que um usuário abandonou o carrinho porque a página de pagamento não funciona bem, ou as fotos dos produtos não carregam. 
  • Possível fazer integrações: as plataformas de loja virtual devem estar preparadas para futuras integrações com programas que ajudam a calcular as vendas mensais, os dados dos clientes e etc. 
  • Opinião de quem já é cliente: não conhece a plataforma? Procure por casos de sucesso, pessoas que já usam e a recomendam.
  • Como é a página de vendas para o cliente: toda loja virtual tem um espaço onde o cliente faz o pagamento da compra. Então é preciso entender como essa parte funciona e se há algum detalhe que você deve saber. 

Regularize seu negócio

Ter uma empresa aberta e regularizada diante do mercado já passa muita segurança para os clientes. Isso evita problemas e burocracias no futuro, abrindo caminho para o crescimento do seu negócio. 

A princípio, você pode começar sendo um Microempreendedor Individual, que é o pequeno empresário, porém, com todos os direitos como qualquer outra empresa. 

Não é preciso pagar nada para abrir o MEI, é possível fazer isso pelo SEBRAE. Algumas vantagens do MEI são: 

  • Não é necessário ter um contador sendo MEI, o próprio empreendedor pode controlar os seus gastos mensais
  • Paga-se um único imposto como MEI, uma guia (Documento de Arrecadação Estadual) que já vale como pagamento de INSS
  • Você pode tirar notas fiscais como MEI
  • Você precisa declarar o imposto de renda da empresa em maio de cada ano, somando as vendas e compras realizadas no ano anterior. Por isso, tenha uma pasta dedicada a guardar as suas notas fiscais de compra e venda de cada ano, pois são documentos extremamente importantes para conferir dados das mercadorias e até mesmo para solicitar trocas de peças se necessário.

Basicamente é isso que você precisa saber sobre MEI, mas aqui neste E-book tem muito mais conteúdo de valor para te ajudar a formalizar ou abrir a sua empresa com segurança e tranquilidade! Confere lá! 

Considere a estrutura física além da virtual

Ter uma loja virtual de roupas bem montada é excelente, mas tenha também um espaço físico que comporte um local de trabalho organizado, preparado para guardar algum estoque se necessário. 

Não é preciso gastar muito dinheiro para isso, apenas tenha o básico para começar: uma mesa e cadeira de trabalho que sejam confortáveis, objetos de escritório (canetas, papel, pastas para guardar documentos), um computador com acesso à internet e um telefone que dê para fazer ligações – pode ser em um cômodo da sua casa, como na sala ou no quarto.

Muitos empreendedores começam trabalhando em casa, pois assim é mais fácil economizar com aluguel e outros gastos, para investir no próprio negócio.

Mas, mesmo empreendendo em casa é necessário considerar os custos básicos, como: pagamento de internet, compra de materiais de escritório, telefonia, estoque de produtos físicos, aluguel da moradia, luz, gastos com deslocamentos, frete e etc. 

Domínio e hospedagem

O domínio e hospedagem de uma loja virtual servem como base para a plataforma funcionar e ser encontrada pelos clientes na internet. 

O domínio leva o nome do seu negócio, é o endereço da sua loja virtual onde os usuários digitam no Google (ou em outra ferramenta de pesquisa) para encontrar uma empresa na internet. 

E por falar em nome, você já tem ideias de nomes para loja virtual de roupas da sua empresa? Pense em algo bem criativo, coloque no papel e veja qual deles dará mais certo com o seu negócio.

Agora falando sobre hospedagem, é o lugar onde os dados da sua empresa são armazenados na internet, como se fosse um “cofre” no meio de outras informações disponíveis na rede. 

Escolher um domínio e hospedagem de confiança é de grande importância para a sua empresa, pois caso ambos não sejam capazes de armazenar os dados e trazer a sua personalidade ao negócio, os usuários e clientes não terão uma boa experiência de compra e navegação em sua loja virtual. 

Você pode ter o registro de domínio do UOL Meu Negócio, contando com a possibilidade de ter o nome do seu negócio no endereço da sua loja virtual, com mais segurança e credibilidade à sua empresa. E se eu quiser mudar o nome depois? Sem problemas! O mais importante é você se adequar ao nome que mais combina com o seu negócio, ok?

Contar com quem entende do assunto é essencial para começar com mais confiança, certo? 

Fornecedores

Escolha bem quem serão os seus fornecedores, qual é a reputação deles no mercado, quanto estoque está disponível e as formas de pagamento oferecidas.

Jogue na internet e faça uma pesquisa sobre os fornecedores de roupas que você deseja vender (femininas, masculinas ou infantis), como é a questão do frete, da entrega das mercadorias, de possíveis trocas de peças e etc. 

Converse com outros empreendedores que já atuam na área, troque ideias e tire as suas dúvidas sobre o dia a dia do setor. 

Fortaleça ou crie sua marca

A marca é uma característica forte de uma empresa. É fácil identificar quando uma marca não é original, certo? Cada empresa deve criar campanhas que transmitam as ideias e valores importantes aos clientes, pois isso ajuda a reforçar a marca diante do mercado.

Por isso, comece a pensar em como a sua marca pode se destacar no mercado, o que faz dela única?

Layout da Loja Virtual 

Essa é a parte em que você personaliza a sua loja do seu jeito, aplicando todas as características que mencionamos no tópico anterior. 

Adicione cores chamativas que tenham a ver com a sua empresa, use títulos atrativos ao longo da sua loja virtual, adicione descrições dos produtos e etc. 

Fotos de produto 

As fotos dos produtos precisam ser de qualidade, principalmente quando falamos de peças de roupa que possuem muitos detalhes.

Os clientes querem ver os detalhes, saber se tem mais cores disponíveis da mesma peça, ver como fica em uma pessoa e etc. Além das fotos, é preciso colocar os detalhes da peça, o tamanho, o preço, as formas de pagamento e etc.

Criação de conteúdo

Toda essa preparação no layout da loja, na estrutura dos produtos e nos detalhes visuais da plataforma nos levam até a forma de divulgação do seu negócio.

Investir na criação de conteúdo também ajuda a levar a sua marca até as pessoas certas. Você pode fazer campanhas que enviam e-mails aos clientes, dando-lhes dicas sobre peças de roupa, como conservar, como fazer combinações inteligentes em cada época do ano e etc. 

Usar as redes sociais para criar conteúdo também é uma boa ideia para atrair clientes. A maioria das pessoas quando veem uma propaganda pela primeira vez, costumam apenas olhá-la e passar adiante. 

Quando elas querem comprar de fato, vão até a loja virtual ou física e adquirem o produto, mas antes disso elas pesquisam, comparam e decidem se querem ou não aquela peça de roupa. 

Por isso é interessante montar uma rede, um planejamento de conteúdo para alcançar os usuários com postagens de dicas de roupas, composições para o inverno ou verão, sugestões de presentes e etc. 

Se você gosta de escrever, pode criar um blog de conteúdo voltado para a sua área, fornecendo ainda mais informações para o seu público. 

Não espere o cliente vir até você, vá até ele com conteúdos de qualidade, propagandas e anúncios que o envolvem ao longo do ano, para que ele se acostume com a sua empresa e passe a vê-la como um empreendimento de confiança.

Cadastre seus produtos

Bom, agora chegou o momento de cadastrar os produtos em sua loja virtual de roupas. Pode ser que você demore um pouco nesta etapa, dependendo da quantidade de produtos que precisem ser cadastrados, mas tente se concentrar ao máximo para que tudo dê certo.

Veja bem, se o cliente acessar a sua loja de uma outra cidade, ele deve ter o máximo de fotos disponíveis das peças para conseguir comprar com confiança, principalmente ao usar o provador virtual.

Quando o cliente olha a foto de uma roupa, ele consegue visualizar o tamanho da peça, se encaixa bem no seu corpo e outros pontos importantes. Então capriche nas fotos, na descrição e nos pequenos detalhes que parecem simples, mas no final fazem uma grande diferença para o cliente, levando-o a ser fiel à sua empresa. 

O uso exagerado de filtros nas fotos não é recomendado, pois pode parecer que a peça é completamente diferente da realidade, o que não é legal quando estamos vendendo roupas ou qualquer produto pela internet. 

Como cadastrar meus produtos na Loja VirtUol?

Se você ainda não conhece a Loja VirtUOL do UOL Meu Negócio, vamos te explicar como funciona: ao acessar o site da loja, você se depara com um layout chamativo, intuitivo e fácil de manusear.

Ao criar a sua loja, você tem a liberdade de personalizá-la como quiser, cadastrando seus produtos em seu painel de controle, onde são divididos por categorias, variações, marcas, grupos e etc.

Neste vídeo você pode conferir como cadastrar os seus produtos na loja virtual, um passo a passo bem fácil de fazer.  

Quais preços devo praticar?

Os seus produtos precisam seguir um padrão de qualidade, desde a compra com o fornecedor, até a disposição do produto na loja, para enfim, conseguir precificá-los da maneira correta. 

Antes de colocar preço, considere esses pontos:

  • Quais são as despesas fixas da empresa: água, luz, internet, impostos, pagamento de fornecedores e etc.
  • Quais são os gastos pessoais, a renda que você precisa ter para se manter: aluguel ou financiamento de casa, parcela de carro, alimentação, compras diversas.
  • Qual é o preço praticado pelos concorrentes?

Ao final desse cálculo, adicione a margem de lucro que deseja obter em cada venda, algo que esteja dentro da realidade do mercado.

Alguns começam a partir de 20% em cima das vendas e depois vão aumentando conforme o negócio for crescendo. 

>> Baixe gratuitamente nossa planilha para formação de preços de produtos!

Escolha os meios de pagamento

Lembre-se de oferecer diferentes opções de pagamento aos seus clientes. No Brasil, as formas de pagamento mais comuns são o cartão de crédito, o boleto bancário e a transferência bancária — que também pode ser o Pix. 

Verifique novamente se a página de pagamento está funcionando corretamente, se os clientes conseguem cadastrar os seus dados pessoais e bancários com segurança e de forma sigilosa.

Defina como será o envio dos produtos

Carrinho cheio, compra fechada e pagamento efetuado. Agora, é hora de enviar os produtos! 

É possível oferecer mais de uma opção de envio de mercadorias, já que a mais barata pode demorar mais para chegar, enquanto a com preço um pouco maior garante a entrega mais rápida.

Deixe que o cliente escolha a opção mais em conta para ele, ou mesmo determine um valor de compra em que o frete será gratuito

Fidelize seu cliente

Os clientes gostam de se sentir importantes e valorizados. Então, que tal oferecer cupons de desconto, promoções em datas comemorativas, programas de fidelidade, enviando também mimos e brindes a eles?

  • Aproveite as datas comemorativas, tenha um calendário para acompanhar e criar campanhas em cada uma delas
  • Pesquise fornecedores que dão mais descontos durante a compra, para que você possa oferecer descontos também aos clientes
  • Destaque-se dos concorrentes

Empreender é abrir caminho para o novo, é seguir um sonho e persistir até que ele dê certo. Em meio a tantos desafios que se fazem presentes no dia a dia, o desejo de ter o próprio negócio deve superar qualquer dificuldade. 

Quando se abre uma empresa de fato, tirando a ideia do papel, o empreendedor já está assumindo o risco, mas também a possibilidade de que tudo saia como o esperado. 

Muitas empresas que chegaram ao topo, um dia foram pequenas, nasceram dentro do coração de alguém que acreditou em si mesmo e fez a coisa acontecer!

O empreendedor começa pequeno, mas já com o pensamento de expandir e tornar-se grande futuramente, mantendo a loja virtual e atendendo inúmeras pessoas ao mesmo tempo. 

A sua loja virtual de roupas tem tudo para ser um sucesso! Basta se dedicar, seguir as dicas que colocamos aqui neste guia e aplicar no seu negócio. Para isso, conte com a Loja VirtUOL do UOL Meu Negócio e já comece bem como empreendedor!

Caso você tenha dúvidas, conte o suporte da Loja VirtUOL que estará sempre disponível para te atender e proporcionar uma experiência única na plataforma, que foi criada pensando no empreendedor!